A actualidade noticiosa

Consulta as principais notícias do Ensino Superior

14 de Janeiro de 2019.

Czesław Niemen

Czesław Niemen one of the greatest Polish singers and composers. He made his debut in the early 1960s. He is known as a rock, electronic and experimental musician, singing mainly in the Polish language. Niemen was born in the territory of present-day Belarus. He was one of the first artists in Poland who introduced the original style of psychedelia. He was distinguished by his long hair and colorful clothes, which was unusual in communist Poland. He recorded a song called “Strange is This World” (Polish “Dziwny jest ten świat”), inspired by Percy Sledge’s song “When a man loves a woman” and James Brown’s “It’s a Man’s, Man’s, Man’s World”. His song “Strange is This World” is considered to be the […]
13 de Janeiro de 2019.

China plantou algodão na Lua

Sonda chinesa Chang’e 4 pousou no lado oculto da Lua com sementes de algodão, colza, batata, ovos de mosca-da-fruta e algumas leveduras. A semente de algodão brotou. A missão espacial chinesa que enviou a sonda Chang’e 4 (o nome da deusa chinesa da Lua) para o lado oculto do satélite natural da Terra conseguiu fazer brotar uma semente de algodão em solo lunar. Esta era uma das experiências que estavam previstas para a “mini-biosfera simples” que o módulo espacial carregou até ao lado oculto da Lua, onde aterrou a 3 de Janeiro. O anúncio foi feito pela agência oficial chinesa Xinhua. A imagem está longe de ser deslumbrante. Os que esperam ver a bonita flor branca de algodão a brotar no solo […]
11 de Janeiro de 2019.

A Musician from my Country?

I picked a musician from Austria There are no famous musicians from Liechtenstein. As you may know, Liechtenstein is a very small country. Therefore it is very hard to find a famous musician from there, because, we don’t have any successful musicians. We do have small bands and other music groups, but none of them are worth writing about, so I picked a musician from Austria to write about instead. So the musician I’m writing about instead is called “Yung Hurn”. He’s an Austrian Rapper from the capital Vienna. His original name is Julian Sellmeister and he was born in 1995. He dropped out of high school and started rapping. His mixtape “22” was an instant hit, especially his hit […]
10 de Janeiro de 2019.

Exame Nacional de Português

Novo estudo da DGEEC mostra que são os alunos que vão para os cursos da área da Saúde que têm uma melhor classificação média no exame nacional de Português do 12.º ano. Os alunos que escolhem cursos do ensino superior da área da Educação e esperam, portanto, vir a ser professores, estão entre os que têm pior desempenho a Português, indica um estudo da Direcção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência (DGEEC), agora divulgado. Mais concretamente, os alunos que em 2016/2017 ingressaram em cursos de Educação tiveram uma classificação média de 10,2 valores no exame nacional de Português, ficando em penúltimo lugar numa lista que identifica as dez áreas de formação oferecidas pelo ensino superior. Em último, com uma nota […]
8 de Janeiro de 2019.

Austrian Legend: Falco

He lived how he died… SPECTACULAR When I got the email with the information about this month’s article I was just listening to “Ganz Wien” by the Austrian legend Falco! So, obviously, the case was clear and I chose him for this Text. Falco, whose birth name is Johann “Hans” Hölzl was born in 1957 in Vienna. Falco attended several different forms of education and schools, however, none of them seemed to fit. In the end, he quit his music studies because “he wanted to become a real musician”. His first studio album “Der Kommissar” (the commissioner) rapidly dominated the Austrian club scene and was wildly popular in several other European countries. His second album “Junge Roemer” was, sadly, kind […]
8 de Janeiro de 2019.

Governo defende o E.S. gratuito

“Se não reduzirmos de forma drástica os custos com o ensino superior não vamos conseguir que os filhos de classe média consigam estudar no ensino superior”, alertou Pedro Nuno Santos. Os secretários de Estado da Educação e dos Assuntos Parlamentares defenderam nesta segunda-feira um ensino superior tendencialmente gratuito, tal como previsto na Constituição, posição também assumida pelo ministro do Ensino Superior. Foi na Convenção Nacional do Ensino Superior 2030, que decorre no ISCTE-IUL, em Lisboa, que os governantes salientaram a importância de um ensino superior gratuito, à semelhança do que já acontece com o ensino básico e secundário. Depois da declaração do ministro Manuel Heitor, foi a vez da secretária de Estado Adjunta e da Educação, Alexandra Leitão, e do secretário […]
5 de Janeiro de 2019.

Alma

Neon green hair and a rocking attitude: ALMA Alma is a Finnish singer and songwriter. She was born on the 17th January 1996 in Kuopio. Beginning her career in 2013 she placed fifth place in the Finnish version of Idol. Her breakthrough was in 2015 when she was featured on the single ”Muuta ku mä” by Sini Sabotage. Pretty soon after that Alma was signed in to Universal Music Group. She released two singles, ”Karma” and ”Dye my hair”, and both singles became top ten hits in Finland. In 2017 her single ”Chasing highs” reached the top twenty in Germany and the United Kingdom. ”Chasing Highs” had also clocked 63 million streams on Spotify. The title track from her EP […]
2 de Janeiro de 2019.

Universidades não registam plágios

Todas as instituições têm regulamentos para punir fraude académica e apenas uma, o Politécnico de Beja, não dispõe de software próprio para detectar plágios. Burocracia interna dissuade os professores de reportarem casos. Dois terços das instituições de ensino superior não dispõem de dados sobre os casos de plágio ou fraude cometidos pelos seus alunos em provas ou trabalhos académicos. Este número é o resultado de um inquérito feito pelo PÚBLICO ao qual responderam mais de metade das universidades e politécnicos públicos. Entre as que recolhem estas informações, registam-se em média 3,3 casos de fraude por ano. É um número “muito baixo”, comenta Aurora Teixeira, do Observatório de Economia e Gestão de Fraude. No final de Novembro passado, a Universidade de […]
2 de Janeiro de 2019.

Kojey Radical

A  musical phenomenon. A hip/hop star that defies boundaries. I would say that I am blessed to be from a country that has contributed a prolific amount of talent to popular and underground music. From Elgar to Bowie, and Henry Purcell to Radiohead, the small but hugely important island that I call home has changed the sound and shifted the landscape of music throughout history. However, it is an established name in the London hip/hop scene that I wish to spotlight. Kojey Radical, from East London, has seen a transition from spoken word poetry to a lyrical rap heavyweight in an outstandingly short amount of time. He has already garnered praise and features from grime legends Wretch 32 and Ghetts. […]
1 de Janeiro de 2019.

Legalização de cannabis na Europa

O algoritmo considera milhões de dados sobre o contexto religioso, político e económico de cada país, bem como debates nas redes sociais. No futuro, pode ser usado para avaliar a probabilidade de outras decisões políticas. Uma consultora portuguesa, fundada por três professores da Universidade do Porto, criou um algoritmo que prevê quais os próximos países a legalizar a cannabis para uso medicinal ou recreativo. Baseia-se em técnicas de inteligência artificial que permitem analisar uma grande quantidade de dados automaticamente. No total, foram consideradas 98 variáveis distintas que incluem o contexto religioso, político e económico dos países, bem como a liberdade de imprensa, o índice de desenvolvimento humano e a popularidade de debates na Internet sobre a legalização da cannabis. Todos os dados vieram […]
2 de Janeiro de 2019.

Universidades não registam plágios

Todas as instituições têm regulamentos para punir fraude académica e apenas uma, o Politécnico de Beja, não dispõe de software próprio para detectar plágios. Burocracia interna dissuade os professores de reportarem casos. Dois terços das instituições de ensino superior não dispõem de dados sobre os casos de plágio ou fraude cometidos pelos seus alunos em provas ou trabalhos académicos. Este número é o resultado de um inquérito feito pelo PÚBLICO ao qual responderam mais de metade das universidades e politécnicos públicos. Entre as que recolhem estas informações, registam-se em média 3,3 casos de fraude por ano. É um número “muito baixo”, comenta Aurora Teixeira, do Observatório de Economia e Gestão de Fraude. No final de Novembro passado, a Universidade de […]
25 de Setembro de 2018.

Acabaram os mestres pré-Bolonha

Governo recua. Em causa estão as licenciaturas anteriores à reforma do ensino superior iniciada há 12 anos. Só entre 1996 e 2006 houve 337.269 pessoas que concluíram a sua licenciatura. Desiludam-se os licenciados pré-Bolonha. Afinal, e ao contrário do que foi anunciado em Março pelo ministro do Ensino Superior, Manuel Heitor, as licenciaturas concluídas antes da reforma de Bolonha (que uniformizou os graus académicos e os tempos de formação superior na Europa) não vão ser equiparadas a mestrados para efeitos de concursos ou de prosseguimentos de estudos. Esta alteração deveria estar incluída no novo regime jurídico de graus e diplomas do ensino superior, mas no diploma que acabou por ser publicado em Diário da República, em meados de Agosto, não existe rasto dela. […]
8 de Junho de 2018.

Universidades portuguesas em queda

Fraca reputação junto dos empregadores e baixo número de professores penalizam instituições portuguesas. Apenas três em sete conseguem manter a posição do ano passado. Depois de um ano de boas notícias, o ranking de universidades elaborado pela empresa britânica Quacquarelli Symonds (QS) traça um retrato mais negativo do ensino superior nacional, com uma queda quase generalizada das universidades portuguesas na lista. Das sete representantes, apenas três conseguem manter a mesma posição face a 2017. A Universidade do Porto continua a ser a melhor representante nacional, situando-se na 328.ª posição, mas, em relação ao ano passado, cai 27 lugares. As instituições de Lisboa têm descidas ainda mais evidentes: a Universidade de Lisboa perdeu 50 posições (é agora a 355.ª colocada) e a […]
13 de Abril de 2018.

Reitores receiam progressões?

CRUP ainda não tem um valor a apresentar, mas decidiu propor ao Ministério do Ensino Superior uma forma de distribuir o dinheiro pelas instituições caso o montante decidido pelo Governo não seja suficiente. Preocupado com a possibilidade das verbas a disponibilizar pelo Governo não sejam suficientes para pagar na íntegra as progressões resultantes do descongelamento das carreiras, o Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas (CRUP) vai propor, desde já, ao Ministério do Ensino Superior que o montante que vier a ser libertado seja distribuído pelas instituições em função da “percentagem da sua massa salarial”. A proposta consta de uma deliberação que foi aprovada nesta terça-feira pelo CRUP, adiantou ao PÚBLICO o presidente deste organismo, Fontainha Fernandes, que a apresentou como […]
12 de Abril de 2018.

JS defende redução das propinas

Secretário-geral da JS lamenta que até agora Governo não tenha manifestado “vontade política” para reduzir as propinas do ensino superior, que são das mais altas da Europa. A Juventude Socialista vai insistir com o grupo parlamentar do PS para que avance com uma proposta no sentido de reduzir o preço das propinas cobradas pelas instituições do ensino superior, confirmou ao PÚBLICO o secretário-geral da JS, Ivan Gonçalves, que é também deputado, lembrando que o valor bruto daquelas prestações “é dos mais elevados da Europa”. “Estas propostas são feitas em sede de discussão do Orçamento de Estado. Os deputados da JS ainda não a apresentaram formalmente no Parlamento porque respeitamos os entendimentos estabelecidos com o grupo parlamentar e com Governo. Por […]
23 de Fevereiro de 2018.

Universidades têm regras ilegais?

Ministro mandou parecer da secretaria-geral para o Ministério Público e para a inspecção. Se ilegalidade for confirmada é “facilmente corrigível”, diz. Sindicato fez queixa contra sete instituições. A forma como as universidades têm contabilizado o trabalho dos professores a tempo parcial é ilegal, defende a Secretaria-Geral do Ensino Superior (SGES) num parecer do final do ano passado no qual analisa o regulamento em vigor numa das instituições do país. Mas em causa estão sete universidades que o Sindicato Nacional do Ensino Superior (Snesup) garante que têm regulamentos iguais — razão pela qual apresentou queixas judiciais contra as sete. O ministro Manuel Heitor remeteu agora as conclusões da sua secretaria-geral para o Ministério Público e mandou a Inspecção-Geral de Educação e […]