A actualidade noticiosa

Consulta as principais notícias do Ensino Superior

14 de Outubro de 2019.

Rede que liga fagos de todo o mundo

Há já uma rede de investigadores que troca informação sobre a terapia fágica e fornece fagos em caso de necessidade. Imagine que alguém tem uma infecção de uma bactéria resistente a um antibiótico e a única solução é ser tratado através da terapia fágica, uma abordagem terapêutica que usa vírus (bacteriófagos) para matar bactérias específicas. Adelaide Almeida, do Centro de Estudos do Ambiente e do Mar da Universidade de Aveiro, alerta que seria útil a criação de um banco de dados com informação sobre todos os bacteriófagos (ou fagos) que cada laboratório do mundo produz. Assim, esse laboratório poderia disponibilizar o fago para tratar a infecções ou para ensaios clínicos, aumentando assim a rapidez desses testes. Neste momento, já existe […]
13 de Outubro de 2019.

Can the European project survive?

The project “Europe” is stumbling. Now more than ever. Opinions tend to differ sharply when it comes to questions concerning refugees, the rise of far right parties and racism against minorities. The European Union seems to fall apart as countries discuss the leaving of this once-so-promising project. So the question arises, what can we – as individuals – do to save this venture? How can we make sure that our grandchildren will have the same privileges that we have now?  I think the most basic and most important precondition is to be OPEN. To be open towards new cultures, new people, new habits. To be open towards new norms, new ideas, new point of views. Only when we mutually approach […]
12 de Outubro de 2019.

Nobel da paz 2019 para Abiv Ahmed

O primeiro-ministro etíope ganhou o 100.º Nobel da Paz pelos seus esforços para “alcançar a paz e a cooperação internacional” com os acordos de paz com a Eritreia. O vencedor do Prémio Nobel da Paz de 2019 é Abiy Ahmed Ali, primeiro-ministro etíope, anunciaram nesta sexta-feira em Oslo as Academias sueca e norueguesa. O prémio foi atribuído pelos seus esforços para “alcançar a paz e a cooperação internacional” com os acordos de paz com a Eritreia. “A paz não chega das acções de apenas uma parte. Quando o primeiro-ministro estendeu a sua mão, Isaias Afewerki [Presidente da Eritreia] agarrou-a e ajudou a formalizar o processo de paz entre os dois países”, justificou Berit Reiss-Andersen, líder​ do comité que atribui este […]
11 de Outubro de 2019.

A Europe for the future

How can we ensure that the European Union operates in the best way to support all future generations? For someone from the United Kingdom, the European Union is incredibly important for us now more than ever. Therefore, I believe that the most important thing I can do for the EU and my country is to show my support for remaining in the EU. The EU brings many benefits to a country, in my opinion, I care mostly about the ease of travel. Without the EU I would not be able to travel as easily or possibly take part in Erasmus at all. It is so important for young people to be able to travel, study and work in new places. […]
9 de Outubro de 2019.

Nobel para a bateria de lítio

Anúncio foi feito esta quarta-feira de manhã na Real Academia Sueca das Ciências, em Estocolmo. John Goodenough foi informado do prémio pela investigadora portuguesa Helena Braga. O Prémio Nobel da Química de 2019 foi atribuído a John B. Goodenough, M. Stanley Whittingham e Akira Yoshino “pelo desenvolvimento de baterias de lítio”, anunciou esta quarta-feira o Comité do Nobel na Real Academia Sueca das Ciências, em Estocolmo. O prémio tem um valor de nove milhões de coroas suecas (cerca de 871 mil euros). Os laureados deste ano contribuíram para a possibilidade de “um mundo recarregável”. John B. Goodenough, com 96 anos, é o cientista mais velho a receber o Nobel até agora e recebeu a notícia do prémio através de Helena […]
9 de Outubro de 2019.

Europe of my grandchildren

In the time when Europe faces many challenges it is important to ask ourselves: what can I do to support EU and projects which it fulfils.  The most important thing which we must realize is that our action can make a difference! How do I understand that, and what can be our contribution in the development of European Projects, you can find out reading this article.  Firstly, taking the opportunity to vote in European Elections, as this is the only one occasion for the nearest 5 years for citizens of Europe to have an influence on shape of European Parliament as it is the only institution among the EU which is chosen through elections in EU countries. This institution approves […]
8 de Outubro de 2019.

Prémio Nobel da Física 2019

O prémio foi para as descobertas sobre o velhinho cosmos e os novos exoplanetas fora do nosso sistema solar. Vencedores anunciados esta terça-feira de manhã, em Estocolmo, na Suécia. O Prémio Nobel da Física de 2019 vai para James Peebles “por descobertas teóricas em cosmologia física” e a outra metade em conjunto com Michel Mayor e Didier Queloz “pela descoberta de um exoplaneta orbitando uma estrela do tipo solar”, anunciou esta terça-feira de manhã a Real Academia Sueca das Ciências em Estocolmo. O prémio, no valor monetário de nove milhões de coroas suecas, ou 866 mil euros, será dividido em duas partes. No anúncio, o comité resumiu que quis distinguir as investigações que contribuíram para a compreensão da evolução do […]
7 de Outubro de 2019.

Europe’s impact

A lot is happening in the world right now that can make or break our future and the future of generations yet to come: climate change, wars, natural disasters, overpopulation, starvation. None of these issues can be made undone but we can strive to solve them before they get worse and worse. The European Union plays a big part in this and in shaping the future for not only Europe and its citizens but also the rest of the world. The European Parliament makes a lot of important decisions about issues like the ones listed earlier. To some it may seem like they have no influence on these issues as an individual but that is not true at all. One […]
6 de Outubro de 2019.

EUA financia investigadora do i3S

A investigadora Salomé Pinho, do Instituto de Investigação e Inovação em Saúde (i3S) da Universidade do Porto, vai analisar os dados de 600 militares e procurar biomarcadores para a doença de Crohn e para a colite ulcerosa. Aproveitando o rigoroso acompanhamento que é feito aos militares norte-americanos, a equipa de investigadores liderada pela portuguesa Salomé Pinho vai estudar o desenvolvimento da doença inflamatória intestinal (DII). A cientista do Instituto de Investigação e Inovação em Saúde (I3S) da Universidade do Porto conseguiu um apoio de um milhão de euros do Departamento de Defesa dos EUA e vai procurar nos dados recolhidos nos seis anos anteriores ao diagnóstico da doença os primeiros sinais do problema em indivíduos (todos militares da Marinha) que […]
5 de Outubro de 2019.

My grandchildren’s Europe

The question we are going to ask ourselves today is: how can we contribute to create a bright European future for our grandchildren? In order to answer that question we have to look at the current state of affairs. Every generation has historically dealt with its own challenges. In a couple thousand years we’ve moved from hunting-and gathering tribes to a high functioning society with all kinds of ingenious systems (i.e. agriculture) which supports our lifestyle. Especially in the last couple of centuries our species made enormous leaps in all kinds of fields, in a staggering and accelerating pace. Thanks to technology we’re more globally connected than ever. We’ve gained so many insights and knowledge. But, all that will just […]
16 de Janeiro de 2019.

Laboratórios, materiais e leis

Universidades e centros de investigação têm dúvidas sobre a aplicação de decreto-lei publicado no Verão. Governo diz que o que falta é uma desburocratização das instituições. Imagine-se a seguinte situação: uma revista de grande reputação publica um artigo sobre um reagente químico que depressa se torna essencial na investigação científica. Esse produto é apenas comercializado por um único fornecedor estrangeiro, que teria que estar inscrito no Portal da Contratação Pública para poder vender o produto aos centros de investigação portugueses. Como essa empresa não o faz, a instituição portuguesa não pode, por isso, fazer a compra. O cenário não é apenas hipotético: tem-se colocado com frequência. O Governo criou, no Verão, um novo regime para simplificar os processos de compra […]