A actualidade noticiosa

Consulta as principais notícias do Ensino Superior

12 de Dezembro de 2018.

Mein kleiner grüner Kaktus

An example of how Max Raabe’s music transcends time and space. Max Raabe enriches the musical landscape both nationally and internationally by reviving chansons from the 1920s and 1930s, re-interpreting contemporary songs, and composing film scores. In his early childhood, Raabe became passionate about music and joined a children’s choir. To further develop his talents, he attended singing classes and ultimately decided to study music at the Berlin University of the Arts. In Berlin, he soon found like-minded people and established the Palace Orchestra in 1985. The orchestra specialized in performing music from the 1920s and 1930s. A decade later, the orchestra released a series of songs, one of which appeared in a German film production. Ever since, the orchestra […]
11 de Dezembro de 2018.

Maior extinção da história da Terra

O estudo divulgado pela revista Science revela que a extinção em massa que ocorreu há 252 milhões de anos foi causada pelo aquecimento global. 96% das espécies marinhas foram exterminadas. A maior extinção da história na Terra, que marcou o fim do período permiano, há cerca de 252 milhões de anos, foi causada por alterações climáticas, indica uma investigação divulgada na edição desta sexta-feira da revista Science. A extinção no final do permiano, no fim da era paleozóica e muito antes dos dinossauros, aconteceu quando o planeta estava repleto de plantas e animais, que foram praticamente extintos. Aquecimento global no Pleistoceno elevou o nível do mar até 13 metros Fósseis em rochas no leito dos mares mostram um ecossistema marinho […]
9 de Dezembro de 2018.

Mikel Laboa

One of the Basque Country’s most important singer-songwriters Considered the father of Basque music, his music has had an influence on younger generations. His album Bat-Hiru (“One-Three”) was chosen in a reader’s poll by the local newspaper as the greatest Basque album in history. Nearly all of his songs are sung in Basque. Mikel Laboa was born 15 June 1934 in Pasaia, Gipuzkoa. During his student years he became interested in music, influenced by artists such as Atahualpa Yupanqui and Violeta Parra. Following in their footsteps, Laboa would also identify himself as a “political artist”. During the 1960s, along with other Basque artists, he founded the cultural group Ez Dok Amairu (“There is no 13”), which in many ways wanted […]
6 de Dezembro de 2018.

Emissões de CO2 aumentam em 2018

Relatório constata que as emissões globais de dióxido de carbono devem atingir a maior subida de todos os tempos em 2018 com um aumento de mais de 2,7% face a 2017. Este é um dos principais alertas dirigidos aos líderes mundiais reunidos na cimeira do clima das Nações Unidas, na Polónia. A cimeira das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas (COP 24), a decorrer em Katowice (na Polónia) até 14 de Dezembro, está a servir de gatilho para inúmeros alertas sobre o mau estado em que colocámos o nosso planeta. Apesar das previsões mais optimistas dos que acreditam que ainda vamos a tempo de remediar o mal, a verdade é que os problemas que os representantes de 190 nações têm de […]
6 de Dezembro de 2018.

A composer from Liechtenstein

A man who showed exceptional musical talent at an early age. No one knows Liechtenstein and if you ask a person who grew up here about famous people from this country, finding an answer will be very difficult. It is not easy to think of a musician from Liechtenstein. Even the results shown on Google are frustrating. Not only are there just a few results but there was only one name I have heard before: Josef Rheinberger. Now, we have learned that famous people from Liechtenstein are as hard to find as cheese from Madeira, we can look at why I actually know this person. He was born in Liechtenstein, to be exact in Vaduz on the 17th of March […]
3 de Dezembro de 2018.

Centro de Estudos abre candidaturas

O Centro de Estudos, um projeto da Fundação do Futebol – Liga Portugal, permitirá que os alunos e ex-alunos do Ensino Superior mostrem o seu valor em áreas como a Ciência e Tecnologia ao serviço do Futebol. Aos autores dos três trabalhos vencedores, além de um prémio monetário, será dada a oportunidade de integrarem estágios remunerados na Liga Portugal, na EY e na SABSEG, que, juntamente com a FADU, apoiam este programa, cujos objetivos estão delineados: Incentivo à investigação científica e tecnológica na área do futebol e temáticas adjacentes; Divulgação de estudos / trabalhos de investigação e de desenvolvimento tecnológico; Criação de uma rede de interação que promova a inovação na área do futebol. Os candidatos poderão consultar o regulamento […]
3 de Dezembro de 2018.

The sound of home

Two places connected to the sea. The water splashes against the rocks. The wind whistles over the boats. Both Egmond and Madeira, two places connected to the sea. I come from a little village in the Netherlands named Egmond aan den Hoef, yes that complicated, just try to say that name out loud. Same as Madeira the sea is one of the most important features of this place. The sand turned into rocks, the dunes into mountains. There is no other place like home, but along the way of life, the feeling of that word changes. For me home is not my home village but is the people and culture, for me most of all it’s the arts and freedom. […]
29 de Novembro de 2018.

Mérito as usual

Porto Business School distinguida pelo Presidente da República com título honorário da ordem de mérito. Mérito as usual Em visita à escola, Marcelo Rebelo de Sousa reconheceu a Porto Business School “como pioneira nacional na ligação entre universidades e empresas”, e fez questão de salientar que o mérito, “mais do que escolar e empresarial, é um mérito social”. No passado domingo, dia 25, a Porto Business School comemorou o seu trigésimo aniversário com o “anúncio inesperado, da parte do Presidente da República, de que a escola de negócios da Universidade do Porto seria distinguida com o título honorário da Ordem do Mérito”. O Presidente da República salientou o papel desta instituição “na ligação entre escola e empresa e a sua […]
29 de Novembro de 2018.

Funchal vs. Vaduz

My hometown Vaduz is really different from Funchal. I live in the capital city of Liechtenstein, a town called Vaduz. Liechtenstein itself is smaller than Madeira and Vaduz is also a lot smaller than Funchal. Vaduz has about 5,500 inhabitants and Funchal has got about 110,000. Similarities are hard to find, because the size of the towns are very different, also because of the climate. Funchal is located near the ocean with a lot of humidity and it’s always very warm. Vaduz is a lot colder and it also rains a lot there and it’s not humid at all. But there are also similarities like the tourism and the university. A big part of Vaduz is the tourism. There are […]
26 de Novembro de 2018.

Biodiversidade há 800 mil anos

Ilhas portuguesas incluídas na análise que considera que não chega olhar para os últimos 20 mil anos e que é preciso recuar até aos 800 mil. Um estudo que envolveu mais de 50 ilhas vulcânicas, incluindo os Açores e a Madeira, conclui que a biodiversidade só pode ser compreendida se se para a variação do nível do mar dos últimos 800 mil anos. Publicado na revista Global Ecology and Biogeography, o trabalho “contradiz a maioria dos estudos na área, que consideram apenas níveis do mar extremos registados num passado recente, há cerca de 20 mil anos”, explica o comunicado do Centro de Ecologia, Evolução e Alterações Ambientais. A flutuação do nível do mar tem-se alterado ao longo de milhares de […]
26 de Novembro de 2018.

Biodiversidade há 800 mil anos

Ilhas portuguesas incluídas na análise que considera que não chega olhar para os últimos 20 mil anos e que é preciso recuar até aos 800 mil. Um estudo que envolveu mais de 50 ilhas vulcânicas, incluindo os Açores e a Madeira, conclui que a biodiversidade só pode ser compreendida se se para a variação do nível do mar dos últimos 800 mil anos. Publicado na revista Global Ecology and Biogeography, o trabalho “contradiz a maioria dos estudos na área, que consideram apenas níveis do mar extremos registados num passado recente, há cerca de 20 mil anos”, explica o comunicado do Centro de Ecologia, Evolução e Alterações Ambientais. A flutuação do nível do mar tem-se alterado ao longo de milhares de […]
3 de Setembro de 2018.

Gene protege os elefantes do cancro

Como conseguem os elefantes ser resistentes ao cancro? É através de um gene que nos elefantes está presente em várias cópias e, descobriu-se agora, de um outro que se pensava que estava desactivado. Olhamos para os elefantes e vemos animais imponentes. E este texto é mesmo sobre a sua imponência, neste caso, contra o cancro. Estima-se que 17% dos humanos morram de cancro, enquanto nos elefantes em cativeiro a percentagem é de menos de 5% (embora tenham cerca de 100 vezes mais células potencialmente cancerosas do que nós). Porquê? Uma equipa de cientistas dos Estados Unidos deu agora parte da resposta ao descobrir no ADN dos elefantes um gene zombie, que estava desligado, que os ajuda a defender do cancro. […]
28 de Maio de 2018.

Toupeira-de-água na Photo Ark

Fotógrafo da National Geographic esteve no Douro para retratar algumas das espécies que a sua “arca fotográfica” tinha em falta, como a toupeira-de-água e o chasco-preto, ambos em perigo de extinção. Desde Outubro de 2017, a “maior arca fotográfica do mundo” já acolheu mil novas espécies e o animal número 8000 é português. Joel Sartore, o criador da Photo Ark, da National Geographic, esteve em Portugal durante quatro dias no passado mês de Abril, e a toupeira-de-água (Pyrenean desmain) ocupa agora um lugar de destaque no projecto que ambiciona a documentação de todas as espécies animais em cativeiro. Sartore esteve em Portugal, pela primeira vez, precisamente em Outubro do ano passado, na inauguração da exposição Photo Ark na Galeria da […]
21 de Maio de 2018.

Isolamento social afeta o cérebro?

Estudo em ratinhos mostra que um isolamento social prolongado leva à produção em excesso de um produto químico no cérebro que, por sua vez, está associado a um aumento de agressividade e medo. Primeiro estudaram os efeitos do isolamento social crónico em moscas-da-fruta, um modelo animal muito usado pelos cientistas, e descobriram que existia um produto neuroquímico que desempenhava um papel importante na agressividade. Agora, a mesma equipa de cientistas encontrou o mesmo sinal químico no cérebro de ratinhos que estiveram isolados durante um período longo e demonstraram como está associado a um aumento do medo e da agressividade. Mais do que isso, perceberam que é possível bloquear a produção deste composto químico no cérebro e anular os seus efeitos […]
14 de Maio de 2018.

Fungo que mata anfíbios

Análises a várias amostras do quitrídio mostraram que a estirpe mais agressiva deste fungo terá surgido na península da Coreia no início do século XX. Sabe-se que um fungo está a causar a morte em massa de várias espécies de anfíbios. Mas não se sabia onde e quando tinha surgido esse fungo e qual a sua estirpe mais agressiva. Um artigo científico na edição desta sexta-feira da revista Science – no qual participa o português Gonçalo M. Rosa – desvenda que a estirpe mais agressiva terá aparecido no Sudeste Asiático, nomeadamente na península da Coreia, no início do século XX. Ao infectar a pele de várias espécies de rãs, sapos e outros anfíbios, o fungo quitrídio (Batrachochytrium dendrobatidis) provoca uma […]
7 de Maio de 2018.

Plantas e animais com parecenças

Descoberta é a capa da revista Science. Uma equipa internacional de cientistas, incluindo o português José Feijó, descobriu que as células das plantas comunicam usando proteínas que existem nas células cerebrais dos animais mas que desempenham funções distintas. O estudo é tema de capa da edição impressa desta sexta-feira da revista Science e foi coordenado por José Feijó, investigador da Universidade de Maryland (Estados Unidos), que começou a investigação quando ainda trabalhava no Instituto Gulbenkian de Ciência (IGC), em Oeiras. Em declarações à agência Lusa, o investigador disse que o estudo permite compreender melhor a defesa das plantas contra infecções, a sua reprodução e a sua resposta ao stress ambiental, que poderá conduzir a “melhores estratégias de adaptação às alterações […]