A actualidade noticiosa

Consulta as principais notícias do Ensino Superior

6 de Fevereiro de 2018.

10 anos a proteger o lince-ibérico

Estima-se que existam agora na natureza, em Portugal e Espanha, quase 550 linces-ibéricos. Apesar do sucesso da criação em cativeiro e da sua reintrodução no meio natural, o predador continua ameaçado pela escassez de alimento, a ocupação humana dos seus habitats e a baixa diversidade genética. No Parque Natural do Vale do Guadiana, a reintrodução do lince-ibérico (Lynx pardinus) está a revelar-se promissora. Os 27 linces que deambulam num território com cerca de 125 quilómetros quadrados, distribuídos pelos concelhos de Mértola, Serpa e Castro Verde, dispõem de condições naturais para procriar e de uma razoável densidade de coelhos-bravos, o seu suporte alimentar, até agora únicas em Portugal. O Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) fez agora um […]
5 de Fevereiro de 2018.

Nova abordagem contra o cancro

Investigação foi liderada pela Universidade do Minho. Uma equipa liderada pela Universidade do Minho demonstrou que medicamentos usados no combate ao carcinoma da mama também são “extremamente eficazes” na redução da agressividade do cancro do colo do útero, propondo uma “terapia combinada”, anunciou aquela universidade em comunicado de imprensa. Na nota de imprensa, explica-se que a nova abordagem proposta para o cancro do colo do útero resulta da investigação liderada por Olga Martinho, cientista do Instituto de Investigação em Ciências da Vida e Saúde (ICVS) da Universidade do Minho. “Surgiu depois de os investigadores terem mostrado pela primeira vez que a presença excessiva da proteína HER2 em pacientes com esta patologia pode abrir portas para tratamentos mais eficazes”, acrescenta-se. A […]
5 de Fevereiro de 2018.

Primeira nevada

Ver pela primeira vez os flocos de neve a caírem desde os céus, é de uma magicalidade imensa. Quando nascemos numa ilha um tanto tropical, temos sempre aquele pequeno desejo de ver neve pela primeira vez bem como de a sentirmos. É tão bonito ver os pequenos flocos de neve a descerem pelos céus, numa fluidez imensa e, a caírem nos demais objectos que encontram pelo caminho. Estes flocos de neve pintalgarão todas as ruas e ruelas, árvores e arbustos, casas e casario, é bonito ver tudo coloreado de branco, algo que nos transmite uma calma intensa e uma paz emersa. Andar na neve é das situações mais cómicas de sempre, nunca sabemos onde nem como podemos escorregar, pois cria-se […]
2 de Fevereiro de 2018.

Experiência incomparável

O SVE é um projecto fascinante que permite fazer voluntariado noutro país e crescer como ser humano. Eu tive conhecimento do Serviço Voluntário Europeu (SVE) quando estudava na universidade e a minha melhor amiga fez um projecto de SVE em Espanha e, a partir desse momento, a minha curiosidade sobre esta oportunidade desenvolveu-se. Com o final dos meus estudos, decidi que queria ter uma experiência diferente e o que a União Europeia nos proporciona e financia, era o que eu precisava. Iniciei a minha busca por projectos em Itália, país que já tinha visitado e que tinha despertado um interesse particular em mim devido à sua vasta cultura, as suas magníficas cidades e paisagens, a excelente comida e a semelhança […]
2 de Fevereiro de 2018.

We are all one big family

You can learn a lot about different cultures, traditional cuisine and how to rid yourself of stereotypes. Living in a student residence can be annoying, especially when it is overloaded with people or for example the kitchen on the ground floor does not work and all students start to use the one on your floor. But despite all the noise, lack of privacy and a rare state of cleanliness in the kitchen I really appreciate my experience of living in our volunteer and student community. We can always share our experiences and learn from each other and count on each other. On one hand you become more social and open-minded but on the other hand you learn how to enjoy […]
30 de Janeiro de 2018.

Archaeopteryx mais antigo do mundo

Foi descoberto numa formação geológica na Baviera, onde até então não tinha sido encontrado nenhum exemplar do género Archaeopteryx. Tinha o tamanho de uma pomba grande e viveu num ambiente subtropical no período Jurássico. Há cerca de 150 milhões de anos, a actual região centro da Baviera, na Alemanha, tinha uma paisagem e habitantes bem diferentes. Esta zona caracterizava-se por ter um ambiente subtropical com ilhas e lagoas de recife em águas superficiais, onde começava o Mediterrâneo primordial. Aqui habitava o Archaeopteryx mais antigo encontrado até agora. Tinha o tamanho de uma pomba grande, estava na transição entre os dinossauros e as aves e é o 11.º a ser descoberto, segundo um artigo científico na revista Peer J. Este Archaeopteryx […]
29 de Janeiro de 2018.

Primeiros primatas clonados

São duas pequeninas fêmeas que nasceram há cerca de 50 dias, na China. São o resultado “de carne e osso” do sucesso da equipa de cientistas da Academia Chinesa de Ciências que conseguiu ultrapassar a barreira técnica que impedia o “fabrico” de clones de primatas não humanos com a mesma técnica usada com a famosa ovelha Dolly. Não sabemos se é Zhong Zhong ou Hua Hua que, nas imagens do vídeo, tenta uma fuga da incubadora, empurrando as paredes transparentes da caixa. Sabemos apenas que estes dois pequeninos e magricelas macacos são os primeiros clones de primatas não humanos criados com a mesma técnica, transferência de células somáticas, que fez nascer a famosa ovelha Dolly. Está tudo num artigo publicado […]
27 de Janeiro de 2018.

Genética, regeneração e salamandras

Regeneram-se com muita facilidade. Para saber como o fazem, os cientistas descodificaram todo o genoma de uma salamandra e uma planária. Este trabalho é já considerado um marco na investigação da regeneração. Há uma espécie de salamandra que, se perder os membros do corpo, os consegue regenerar. Chama-se axolote e faz este trabalho na perfeição: os ossos, os músculos e os nervos voltam a crescer no sítio certo. Há mais: a planária é um verme que, se for cortada aos pedacinhos, também é capaz de se reconstruir. Portanto, estes animais são uma ajuda no estudo da regeneração de tecidos. Mas como o fazem? Para perceber isso, descodificou-se todo o genoma destas espécies, que vem descrito esta semana em dois artigos […]
23 de Janeiro de 2018.

Hiking together

What if we all (volunteers, Erasmus students, international students and madeiran students) could go hiking together? This idea has stuck in my head since long time. It would be so perfect to have the possibility to go out in the nature, not depending on when and where the few public buses could drive you at the weekend. There are just a few options to gain this freedom of self-determined hiking. Renting a car together with friends, going with a friend who has a car or hitchhike. Although every of these options has its benefits the disadvantages are highly considerable, especially when you want to hike with more than 5 people. So as I heard about the guided nature walks Aauma […]
23 de Janeiro de 2018.

Inventada nova unidade de tempo

Os flicks são ligeiramente maiores que um nanosegundo – o ponteiro dos relógios não os vai marcar, mas podem ser muito úteis para editores de vídeo. Quantos flicks faltam para a hora de almoço? A equipa de realidade virtual do Facebook, a Oculus VR, concebeu uma nova unidade de tempo – o flick. É maior que muitas: num só segundo, cabem mais de 705 milhões de flicks (705.600.000 para ser exacto), o que torna a unidade ligeiramente maior que um nanosegundo (há mil milhões de nanosegundos num segundo). A nova unidade de medida foi concebida, especificamente, para facilitar o trabalho de quem edita filmes no dia-a-dia e divide tempo em imagens por segundo. Começou com uma pergunta, feita no Facebook […]
29 de Novembro de 2019.

A legend of Ireland

Michael Collins was a soldier and a politician who was an important part in fighting for Ireland’s independence in the 20th century. Around that time there was a lot of tension in Ireland as Britain was trying to take over.  Michael was born in Cork in 1890. After he left school, he worked in London for nine years and it was here that he became involved in Irish nationalist politics. He became a member of the main nationalist party in Ireland at the time and still today, Sinn Fein, in 1908 and later joined the IRB; the Irish Republican Brotherhood. He then returned to Dublin in January 1916 and took part in the Easter Rising, On Easter Monday, April 24, 1916, a group […]
28 de Novembro de 2019.

Enfraqueceu-se uma bactéria

Equipa do cientista português Pedro H. Oliveira conseguiu tirar força a uma bactéria que causa infecções nos hospitais. O grande objectivo é vir a desenvolver um medicamento a partir desta descoberta. A bactéria resistente a antibióticos Clostridioides difficile tem causado muitas infecções em meio hospitalar. Consegue transmitir-se com facilidade devido à formação de esporos – células hibernadas que têm uma actividade metabólica reduzida e resistem praticamente a todos os desinfectantes dos hospitais. E se conseguíssemos tirar força à bactéria através dos esporos? Foi isso que uma equipa de cientistas dos EUA e de França – que inclui o português Pedro H. Oliveira – fez: conseguiu que a C. difficile perdesse a sua capacidade de formar esporos e, dessa forma, enfraquecesse. […]
27 de Novembro de 2019.

The legend of Smok Wawelski

Every nation has its own traditions, and an integral part of these traditions are countless myths and legends. Even though they are considered only partially true they still constitute an important aspect of national heritage. At first oral, then written stories are handed down from generation to generation. Despite changing times and cultural trends the great national value of these stories remains intact across the centuries, enriching the national culture and identity of the people. Poland also has its own legends about kings or princesses but the most famous is about the dragon, well known to every Polish child, is the legendary Smok Wawelski who inhabited a cave near the Wawel Castle in Kraków. “Once upon a time there was […]
26 de Novembro de 2019.

Menos 7,6 % de CO2 até 2030

Este é o valor apontado pelo Programa das Nações Unidas para o Ambiente para se consiguir atingir o objectivo de manter o aumento de temperature abaixo dos 1,5 graus Celsius. A última década foi de “falhanço colectivo”. Os alertas têm sido muitos e cada vez mais prementes: o mundo está em emergência climática e não há tempo a perder – o momento de agir é agora. Isso mesmo é vincado no mais recente relatório do Programa das Nações Unidas para o Ambiente (PNUA) sobre o fosso entre a redução de emissões de gases com efeito de estufa (GEE) que os países conseguirão se cumprirem os seus planos actuais e a redução que precisaríamos de obter para que fossem cumpridas as […]
25 de Novembro de 2019.

Culturally active countries

Macedonia – one of the most culturally active countries The region of Macedonia is one of the most culturally active in Europe. For the last few centuries, the region was determined by the neighbouring states, leaving no room for the local people to establish their own country. It was only in the 20th century that the Macedonian people were able to establish their own state. Ancient times  Humans were settling in these regions since the Neolithic period. Soon after, the region was occupied by the Greeks and was influenced by their culture but, in turn, also influenced Greek politics. With the rise of Alexander the Great, a Macedonian, the region experienced its first peak, which made the ancient kingdom of […]
25 de Novembro de 2019.

Mais um Ilustre (Des)conhecido

A Mão de Sangue, de João Augusto de Ornelas, é o número 5 da colecção Ilustres (Des)conhecidos. Eu já disse que este livro tem as bellezas do entrecho sobre-excedidas pela opulencia da linguagem. O sr. João Augusto d’Ornellas é já muito conhecido e considerado entre os bons escriptores portuguezes. Os seus romances anteriores davão a prever os realces e melhorias que admiro n’A MÃO DE SANGUE. Camilo Castelo Branco, 1874, p. XIII O verdadeiro reconhecimento público e a boa receção literária foram devidas ao modo como a vida pessoal de sofrimento e a profissão de jornalista lhe deram motivos e forças para, pela publicação de folhetins e romances, deixar um excelente espólio literário para a literatura romântica madeirense do século […]