HT-Contactos
23 de Agosto de 2016.
Apontamentos Que Atravessam o Atlântico
5 de Setembro de 2016.
Mostrar Tudo

Ajudar Idosos de Arcos de Valdevez

O Núcleo de DDEstudantes de Medicina da Universidade do Minho vai organizar, mais uma vez, o projeto «Aldeia Feliz». Os estudantes vão apoiar idosos de Arcos de Valdevez.

Entre 1 e 4 de setembro, 26 estudantes da Universidade de Medicina da Universidade do Minho vão participar na terceira edição do projeto «Aldeia Feliz».

A iniciativa tem como objetivo apoiar 200 idosos que vivem em seis aldeias de Arcos de Valdevez, através de visitas ao domicílio que incluem rastreios cardiovasculares, avaliação das condições de habitalidade e grau de dependência e identificação de problemas de saúde e mobilidade.

Entre quinta-feira e domingo, os estudantes que participarem na iniciativa vão tentar identificar os principais problemas dos idosos de Cabreiros, Soajo, Senharei, Cabreiro, Sistelo e Cabana Maior.

O projeto «Aldeia Feliz» tem como objetivo ensinar aos idosos como agir em situações de emergência, dar dicas sobre medicação, comportamentos saudáveis e informar sobre os apoios sociais existentes na região. No último dia, 4 de setembro, decorre um convívio, palestras e rastreios para toda a comunidade.

«O envelhecimento populacional português sobeja e, com ele, todos os riscos associados ao isolamento da terceira idade. A existência da comorbilidades também é frequente, o que impede o normal desempenho das atividades diárias por parte dos mais velhos», refere João Dourado, presidente do Núcleo de Estudantes de Medicina da Universidade do Minho (NEMUM), num comunicado enviado ao Canal Superior.

A iniciativa «Aldeia Feliz» conta com o apoio da Câmara Municipal de Arcos de Valdevez, das juntas de freguesias das aldeias envolvidas e da Escola de Ciências da Saúde da Universidade do Minho.

Notícia do Canal Superior de 31/08/2016.