Screenings Funchal em Abril
28 de Março de 2022.
Uma praia no meio da rua
1 de Abril de 2022.
Mostrar Tudo

Papá, o que é isto?

Obra infantil escrita e ilustrada por Rafaela Rodrigues e editada pela Cadmus.

BARTOLOMEU é um livro ilustrado sobre fotografia e memória.

Rafaela Rodrigues

 

A apresentação terá lugar no dia 1 de abril, às 18:00, no Solar do Ribeirinho, em Machico.

Disponível online, na Gaudeamus?

Sobre a Obra

Selfies, groupies, retratos, daguerreótipo, fotojornalismo, publicitária, infantil, de moda, aérea, subaquática, artística…

São várias as palavras que usamos para identificar diferentes tipos de práticas que poderia ser reunidas num único conceito vindo do Grego: FOTOGRAFIA, ato de registar com a luz.

A fotografia pode ser uma ciência, uma tecnologia, uma arte. Pode encaixar-se em qualquer ramo do conhecimento ou ser mero instrumento de diversão. Há, porém, uma característica que a torna especial: é um registo, é uma memória de pessoas, de lugares, de acontecimentos.

Temos um diálogo entre uma criança e o seu pai que exploram os velhos álbuns do avô Bartolomeu, o autor das fotografias que fazem as delícias do pequeno.

A personagem-título é, no entanto, omissa, para “fazer o leitor pensar sobre a ausência e posicionamento do personagem principal”, justifica Rafaela Rodrigues.

As fotografias, a preto e branco ou a cores, que passaram de um pai para um filho tornam-se um tesouro para um neto. Assim, a autora “explora as interações realizadas pelas gerações mais novas sobre o património fotográfico familiar” de forma simples e ternurenta.

BARTOLOMEU é uma homenagem aos fotógrafos que “trabalham e lidam com a criação de imagens e de recordações”, afirma Rafaela Rodrigues. Lê-lo, “proporciona uma possível reflexão sobre a importância da fotografia em formato físico”.

A obra conta com o apoio da Câmara Municipal de Machico, é uma obra infantil que dá a conhecer a todos o primeiro significado da fotografia, a memória.

O livro será apresentado no dia 1 de abril, pelas 18.00, no Solar do Ribeirinho, na cidade de Machico.

Destinado a crianças de todas as idades, é um excelente livro para as que estão a dar os primeiros passos na leitura.

Sobre a autora

Rafaela Rodrigues é uma designer e ilustradora portuguesa nascida além-mar, na cidade do Rio de Janeiro, no Brasil, em 1990. Ainda muito jovem, mudou-se com os pais para a Ilha da Madeira, mais propriamente para Machico, de onde é oriunda a família.

Na infância mostrou aptidão para o desenho e, através dele, contar as histórias que lhe povoavam a imaginação.

Chegado o momento de escolher a sua formação superior, a vocação falou mais alto licenciando-se em Design, pela Universidade da Madeira, e realizando, seguidamente, o mestrado em Ilustração na Escola Superior Artística do Porto-Guimarães.

Desde então integrou, e integra ainda, algumas comunidades dedicadas ao desenvolvimento, promoção e divulgação da Ilustração, tais como: n’A Farrapeira – Feira de Papel (em Guimarães), na Ó!Galeria (no Porto, que é uma das mais antigas galerias de ilustração do país), na Circus Network (também no Porto, galeria dedicada à arte urbana, à ilustração, à música e ao design), na marca de design de utensílios de cozinha NhamNham, ou na marca de mapas ilustrados The New Voyager (assinando a ilustração do mapa da cidade de Lisboa).

Em 2016, foi a artista selecionada para realizar o Concerto Ilustrado, com a banda portuguesa Prana, no Encontro Internacional de Ilustração de São João da Madeira (Aveiro).

Na vertente literária, tem vindo a ilustrar obras, mostrando o que refere como a sendo a sua ilustração de autor, em que as personagens ternurentas, apresentam um corpo em forma de pepino com bracinhos delgados e olhos amendoados e muito expressivos. O formato dos seus bonecos, que faz as delícias de miúdos e graúdos, surgiu-lhe de forma “bastante intuitiva” sublinha, e é uma constante em muitos dos seus trabalhos.

BARTOLOMEU é um novo trabalho de Rafaela publicado pela CADMUS que embora seguindo a gramática pictórica natural da autora, conta-nos uma história diferente, a da fotografia como expressão das memórias da nossa vida.

A paixão pela leitura

A ACADÉMICA DA MADEIRA criou, em outubro de 2020, a CADMUS, uma nova editora que funcionará em paralelo com a IMPRENSA ACADÉMICA, que possui uma clara matriz universitária. A criação desta nova editora surge da necessidade de termos uma linha mais generalista, de novos autores, de livros independentes e que edita em Portugal para todo o mundo.

A CADMUS e a IMPRENSA ACADÉMICA, em 2021, esperam continuar a crescer e a contribuir para o sector do livro em Portugal e no mundo.

CADMUS, que dá nome à nova chancela, é considerado o primeiro herói da mitologia helénica. Para Heródoto, teria sido o introdutor do alfabeto fenício na Grécia Antiga, originando o alfabeto grego.