Elon Musk e o seu próximo passo…
4 de Janeiro de 2022.
O “glaciar do Apocalipse”
12 de Janeiro de 2022.
Mostrar Tudo

Smartwatch para cães

A coleira inteligente da Invoxia promete monitorizar a respiração, batimento cardíaco e atividade física do melhor amigo do Homem

A Invoxia está a mostrar na CES uma coleira inteligente que integra GPS, sensor de atividade física e que consegue monitorizar o batimento cardíaco e a respiração dos cães. A abordagem da empresa é diferente e passa por sensores de radar miniaturizados controlados por um algoritmo de Inteligência Artificial para fazer a deteção destes sinais vitais.

Segundo Amélie Caudron, a CEO da Invoxia, “há um radar que se coloca à frente do pescoço e que envia um sinal de rádio; esse sinal não vai ser refletido no pelo do cão (…) assim, não importa o quão peludo é o animal, o sinal será refletido pela primeira camada da pele. O radar é capaz de detetar a velocidade e movimento da pele mesmo por baixo da coleira”, cita o The Verge. A leitura destes sinais é feita pelo algoritmo que depois determina o batimento cardíaco e o ritmo respiratório.

A coleira da Invoxia não precisa, assim, de ser colocada de forma muito apertada à volta do pescoço, como acontece, por exemplo, com os relógios e pulseiras inteligentes para humanos. Este aparelho traz ainda sensores GPS, ligação Bluetooth, Wi-Fi e LTE-M, além de ser capaz de emitir alertas para uma app e um som de aviso. Uma desvantagem, para já, é que só foi possível desenvolver coleiras para animais de porte médio: a miniaturização dos radares não é suficiente para criar um modelo para raças mais pequenas.

No que toca a atividade física, a coleira consegue detetar se o cão está a andar, correr, coçar-se, comer, beber, ladrar ou em descanso e há uma capa que pode ser removida e lavada.

O sistema pretende ser uma ajuda em cenários pós-cirurgia, na introdução de uma nova medicação ou simplesmente para se manter um olho atento sobre animais com problemas respiratórios ou cardíacos.

A solução da Invoxia deve chegar ao mercado no verão, com um custo a rondar os cem dólares pela coleira, mais uma subscrição mensal de 12,99 dólares pelas funcionalidades de GPS.

Clique aqui para ler a notícia da Exame Informática de 04/01/2022.