MacBook Pro 2021 vai ser único
18 de Outubro de 2021.
NASA avança com a missão Lucy
20 de Outubro de 2021.
Mostrar Tudo

PinePhone Pro é baseado em Linux

Já não é a primeira vez que aqui falamos do PinePhone, o smartphone criado pela empresa Pine64 e baseado no sistema Linux. No entanto, foi agora apresentado o topo de gama PinePhone Pro completamente renovado e muito mais potente.

Apesar de não ser um equipamento que se equipare aos modelos mais populares do mercado, tem várias características interessantes. Por exemplo, poderá ser usado praticamente como um PC. Venha conhecer melhor este telefone.

Os smartphones não se resumem a iPhone ou Android. No mercado existem outras opções, mediante os gostos e interesses de cada utilizador. Talvez não saiba, mas há também um telefone baseado no sistema Linux. Designa-se PinePhone e é desenvolvido pela empresa Pine Store Limited, mais conhecida como Pine64.

O PinePhone foi lançado oficialmente em janeiro de 2020, mas agora a empresa preparou um modelo mais potente para os utilizadores.

Chegou o PinePhone Pro baseado em Linux
A Pine64 apresentou neste sexta-feira, dia 15 de outubro, o seu novo PinePhone Pro. Tal como o modelo clássico, também esta versão é baseada no sistema Linux e este é um dos pontos mais interessantes e diferenciador do equipamento.

No que respeita às características-chave, este telefone traz um ecrã IPS de 6 polegadas com resolução HD+ de 1440 x 720 píxeis que está protegido pelo Gorilla Glass 4. A máquina é alimentada pelo SoC Rockchip RK3399S com 6 núcleos, dos quais 2 Cortex-A72 de 1,8 GHz e 4 Cortex-A53 de 1,50 GHz.

Os gráficos ficam a cargo do chip Mali-T860 com 4 núcleos de 500 MHz. Traz ainda 4 GB de memória RAM LPDDR4 de 1600 MHz juntamente com 1287 GB de armazenamento eMMC 5.1 que poderá ser expandido através de um cartão microSD de até 2 TB.

No que respeita às câmaras, o PinePhone tem uma traseira Sony IMX258 de 13 MP e uma de selfies de 5 MP. Conta ainda com conectividade WiFi 802.11ac, Bluetooth 4.1 e 4G LTE, USB C, entre outros. É ainda alimentado por uma bateria de 3.000 mAh com carregamento rápido de 15 W.

Pode ser usado como um PC
Obviamente que o smartphone não se transforma fisicamente num computador, mas com os acessórios certos pode ser usado como um. O PinePhone Pro pode ser ligado a um monitor externo, rato e teclado e, desta forma, o utilizador poderá ter um PC completamente funcional para trabalho de escritório, jogos em 1080p, edição de imagens, entre outros.

Além disso, é basicamente um portátil baseado no sistema operativo Manjaro Linux com KDE Plasma Mobile, oferecendo a possibilidade de jogar jogos Linux de forma nativa, como emuladores da PSP ou Dreamcast.

O PinePhone Pro é então o smartphone topo de gama da marca e está disponível para pré-venda aos programadores por 399 dólares.

Clique aqui para ler a notícia do Pplware de 18/10/2021.