4.ª edição do programa startNOW
15 de Setembro de 2021.
Sê ‘Influencer pelo Ambiente’
29 de Setembro de 2021.
Mostrar Tudo

Logótipo UMa Família, Um Planeta

Concurso de Ideias para a Criação do Logótipo do Projeto ‘UMa Família, Um Planeta’.

Submete o teu trabalho até ao dia 8 de outubro de 2021 e ganha prémios amigos do ambiente*:

1º Prémio: BICICLETA, no valor de 300 euros.

2º Prémio: CABAZ DE PRODUTOS BIOLÓGICOS, no valor de 110 euros.

3º Prémio: ECOPONTO DOMÉSTICO, no valor de 50 euros.

Prémio de participação: COPO REUTILIZÁVEL, no valor de 2 euros.

O presente concurso de ideias é exclusivo para alunos da Universidade da Madeira e visa a criação do logótipo do Projeto de educação ambiental ‘UMa Família, Um Planeta’. Os trabalhos devem ser entregues na Loja Gaudeamus, no piso zero do Campus da Penteada, até ao dia 8 de outubro de 2021, às 16:00 horas, cumprindo com o estipulado no Regulamento, que pode ser consultado em baixo, ou solicitado através do endereço de correio eletrónico umafamilia.umplaneta@mail.uma.pt.

O projeto ‘UMa Família, Um Planeta’ é cofinanciado pelo Fundo Ambiental e pelo Ministério do Ambiente e Ação Climática, no âmbito da Estratégia Nacional de Educação Ambiental 2020.

*Esta informação não substitui a leitura do Regulamento.

Regulamento

Concurso de Ideias para a Criação do Logótipo do Projeto ‘UMa Família, Um Planeta’

Artigo 1º

(Objeto)

O presente concurso de ideias visa a criação do logótipo do Projeto de educação ambiental ‘UMa Família, Um Planeta’, um projeto da Universidade da Madeira e cofinanciado pelo Fundo Ambiental e pelo Ministério do Ambiente e Ação Climática, através do concurso para “apoiar uma nova cultura ambiental, no âmbito da Estratégia Nacional de Educação Ambiental 2020- Produção e Consumo Sustentáveis”. O logótipo deve constituir um símbolo representativo da identidade, abordagem e objetivos do Projeto e deverá ser utilizado em diferentes suportes e contextos para o identificar, representar e simbolizar.

Artigo 2º

(Concorrentes)

1. Podem concorrer, individualmente, os alunos da Universidade da Madeira.

2. Cada concorrente pode apresentar apenas um trabalho.

3. A participação no concurso implica a aceitação do presente Regulamento.

Artigo 3º

(Logótipo)

1. O logótipo tem de ser inédito e criativo, sendo o concorrente responsável pela sua originalidade e autoria no que diz respeito a direitos de autor e direitos conexos.

2. O logótipo deve conter, obrigatoriamente, a menção ‘UMa Família, Um Planeta’.

3. O logótipo deve ser entregue em suporte digital (jpg, gif, tiff) e em suporte de papel.

4. O logótipo deverá ser apresentado numa versão a cores e outra a preto e branco.

5. A descrição do Projeto ‘UMa Família, Um Planeta’ consta do Anexo I.

Artigo 4º

(Entrega dos trabalhos)

1. Os trabalhos devem ser entregues em suporte digital e papel (impressão em formato A4), respeitando o exposto no artigo anterior.

2. Os trabalhos são entregues em envelope fechado, sem qualquer identificação visível do concorrente, no exterior do qual se menciona apenas “Concurso de Ideias para a Criação do Logótipo do Projeto UMa Família, Um Planeta”, contendo:

a) As várias versões do logótipo, conforme disposto no artigo 3º;

b) Uma memória descritiva e justificativa, constituída por um texto que descreva sucintamente a sua criação e significados;

c) Um envelope fechado (sigiloso), sem qualquer identificação exterior, contendo a identificação do(a) autor(a), morada completa, endereço de correio eletrónico, contacto telefónico e cópia de comprovativo de matrícula na Universidade da Madeira para o ano letivo 2021/2022.

3. Os trabalhos devem ser entregues pessoalmente na Loja Gaudeamus, sita no Campus Universitário da Penteada, Funchal, até às 16h00 do dia 8 de outubro de 2021.

Artigo 5º

(Júri)

1. Os trabalhos apresentados serão avaliados por um Júri, sendo soberano nas suas decisões.

2. O Júri referido no número anterior é composto por:

a) Hélder Spínola, Docente da Escola Superior de Tecnologias e Gestão da Universidade da Madeira e Coordenador do projeto ‘UMa Família, Um Planeta’, que presidirá;

b) Susana Paula Gomes Luís Gonzaga, Docente da Faculdade de Artes e Humanidades da Universidade da Madeira e Diretora da Licenciatura em Design;

c) Alex Faria, Presidente da Associação Académica da Universidade da Madeira.

3. O concurso é interdito a qualquer elemento do Júri, bem como aos seus familiares diretos.

4. O anonimato dos concorrentes só será levantado após a classificação final.

5. Os membros do Júri ficam obrigados ao sigilo.

6. Compete ao Júri:

a) Verificar se os trabalhos apresentados respeitam todas as normas do concurso;

b) Proceder à avaliação e seleção dos trabalhos apresentados a concurso.

Artigo 6º

(Prémios)

1. O(a) autor(a) do trabalho classificado em 1.º lugar receberá como prémio uma bicicleta, no valor máximo de €300 (trezentos euros) com IVA incluído.

2. O(a) autor(a) do trabalho classificado em 2.º lugar receberá como prémio um cabaz de produtos biológicos, no valor máximo de €110 (cento e dez euros) com IVA incluído.

3. O(a) autor(a) do trabalho classificado em 3.º lugar receberá como prémio um ecoponto doméstico, no valor máximo de €50 (cinquenta euros) com IVA incluído.

4. Os primeiros 20 autores a entregar os seus trabalhos, e que não sejam vencedores, receberão como prémio de participação um copo reutilizável, no valor máximo de €2 (dois euros) com IVA incluído.

5. A proposta classificada em 1º lugar passará a ser o logótipo do Projeto ‘UMa Família, Um Planeta’.

6. Todos os trabalhos submetidos serão expostos, virtual ou fisicamente, após a divulgação dos resultados do presente concurso.

Artigo 7º

(Direitos de propriedade)

1. O concorrente premiado aceita a transmissão total dos direitos de autor referentes ao seu trabalho, passando o logótipo vencedor a ser propriedade do Projeto ‘UMa Família, Um Planeta’.

2. A equipa técnica do Projeto ‘UMa Família, Um Planeta’ reserva-se ao direito de o utilizar sob a forma e para o efeito que lhe aprouver.

3. O Júri constituído para avaliar o logótipo, poderá sugerir alterações ao logótipo vencedor, desde que tenha o aval do(a) autor(a).

4. Os restantes trabalhos a concurso são propriedade dos respetivos autores e podem ser levantados na morada indicada no artigo 4º do presente regulamento, após a divulgação do trabalho vencedor e a realização da exposição a que o ponto 6 do artigo 6º alude. O Projeto ‘UMa Família, Um Planeta’, mesmo após a exposição atrás referida, reserva-se ao direito de divulgar imagens dos trabalhos concorrentes como ilustração da dinâmica e diversidade proporcionada pelo presente concurso.

Artigo 8º

(Casos omissos)

Os casos omissos ou dúvidas são resolvidos pelo Júri.

Anexo 1

Descrição sumária do Projeto ‘UMa Família, Um Planeta’

Sendo ponto assente de que os processos de educação ambiental têm de ser contínuos e integrados socialmente, o Projeto [UMa Família, Um Planeta] está idealizado para perdurar no tempo, em ciclos anuais de melhoria contínua, e ser um processo de transformação social, ancorado em grupos sociais e nas suas interações e dinâmicas no contexto dos espaços físicos e funcionais que partilham, e cujo sucesso seja avaliado através da caracterização da evolução dos níveis de literacia ambiental dos intervenientes.

O Projeto [UMa Família, Um Planeta] tem por objetivo promover a literacia e a cultura ambiental relativamente à economia circular, em particular no desenvolvimento de conhecimentos, atitudes e comportamentos que suportem, individual e coletivamente, um consumo mais sustentável. Este Projeto desenvolve-se na Universidade da Madeira (UMa), junto de estudantes, docentes e funcionários, entendendo o Campus Universitário como um contexto de educação e aprendizagem social para a construção da sustentabilidade (ambiental, social e económica), numa abordagem baseada na participação ativa, integrada social e culturalmente nas vivências da Comunidade Académica, e na capacitação dos seus membros e grupos para que se constituam em agentes de mudança, disseminando e multiplicando boas práticas ambientais e estendendo-se ao espaço familiar e residencial.

Como base social para espoletar a construção de uma cultura ambiental em torno da economia circular, é constituído um grupo alargado de voluntários para exercer a função de Influencers pelo Ambiente. Estes Influencers, após formação e sensibilização, e seguindo uma metodologia pré-definida, irão adotar e dinamizar, junto dos seus colegas, amigos e familiares, um conjunto de boas práticas ambientais, procurando-se, assim, obter um contexto sociocultural favorável à promoção da literacia/cultura ambiental.

Para coadjuvar e potenciar as boas práticas ambientais existentes e a dinâmica dos Influencers pelo Ambiente, e fazendo uso, em grande parte, de recursos pré-existentes, será implementado um conjunto de atividades que envolva diretamente a Comunidade Académica na sua execução e onde se incluem, por exemplo, a criação de um circuito ambiental, a caracterização dos resíduos e sua separação, a instalação de unidades demonstrativas (sanita seca, reutilização da águas das chuvas, reutilização de águas cinzentas), dinâmicas teatrais, exposições, palestras e debates, seminários e, entre outros, campanhas de sensibilização.