Aproveitar o sol para cozinhar
23 de Setembro de 2021.
Laura, o videojogo dos Açores
27 de Setembro de 2021.
Mostrar Tudo

Integração e adaptação, com ajuda

O ingresso no Ensino Superior representa uma nova etapa na vida académica de qualquer jovem. Aliados às novidades sociais e infraestruturais surgem mais desafios, uma panóplia de dúvidas e a exigência de uma adaptação a um novo ritmo de trabalho.

É necessário ter consciência de que a frequência neste nível de ensino requer maiores responsabilidades e mais autonomia, quando comparadas às dos Ensinos Básico e Secundário. Os universitários têm de se ajustar aos ambientes das Instituições de Ensino Superior, tanto em padrões sociais, como nos métodos de aprendizagem e de avaliação.

Esta semana, deu-se início às matrículas para o ano lectivo 2021-2022, começando-se com os Cursos Técnicos Superiores Profissionais. Como é habitual, a Académica da Madeira, através dos seus voluntários, participa activamente em todo o processo de matrícula dos novos alunos da UMa.

Contamos, ainda, com a presença dos EMBAIXADORES, que, nesta 2.ª edição do programa, dispõe de um total de 36 colaboradores, estudantes de anos mais avançados, divididos pelas 21 Licenciaturas e pelos 15 CTeSP da UMa. Neste programa da Académica da Madeira, tão importante na integração dos estudantes no Ensino Superior, o Embaixador é responsável por um primeiro contacto entre o aluno e a Universidade, desde o momento da matrícula.

A entrada no Ensino Superior traz várias questões cujas respostas são, muitas vezes, difíceis de encontrar, por mais simples que sejam. Quais são as bolsas de estudo existentes e como tornar-se a elas elegível; que apoios a Associação Académica disponibiliza; onde se podem fazer impressões ou tirar fotocópias (a Académica disponibiliza um sistema autónomo e remoto chamado o You Print); como funciona o acesso à Internet; onde se obtém um determinado caderno de laboratório, ou pincel, ou programa informático; que transportes públicos afectam o Campus e o que é o passe Sub23; que tipo de formações extracurriculares serão mais úteis realizar, em paralelo com a formação universitária. Estes são exemplos de dúvidas que os nossos novos colegas até podem não saber que têm, mas que os nossos Embaixadores já sabem como esclarecê-los.

O Embaixador é o anfitrião: apresenta as instalações do Campus Universitário, dá a conhecer a dinâmica do processo de ensino-aprendizagem, através de dicas ou do guia do estudante, organiza pequenos eventos de forma a integrar os novos alunos e ainda partilha experiências para o desenvolvimento de outras competências que sejam benéficas para futura inserção no mercado de trabalho.

Os EMBAIXADORES, durante o primeiro mês do ano lectivo, prestam ajuda na recepção, no acompanhamento e na orientação aos novos alunos, de modo a descomplicar o “choque” nesta nova realidade. A apoiar o trabalho dos Embaixadores, a Académica da Madeira disponibiliza ainda inúmeras informações em diferentes canais: aplicação móvel, correio electrónico, guia do estudante, redes sociais, presencialmente através dos três postos de atendimento, e entre outras formas de comunicação.

Com um bom Embaixador por perto, tudo vai dar certo!

Alex Faria
Presidente da Direcção da Académica da Madeira
Clique aqui para ler o artigo de opinião no JM de 23/09/2021.