Asteroide com aspetos “estranhos”
13 de Setembro de 2021.
Mensagem oculta em foto da SpaceX
15 de Setembro de 2021.
Mostrar Tudo

Exercício reduz ansiedade em 60%

Pessoas que praticam exercício regularmente podem diminuir o risco de sofrer de ansiedade em quase 60%, revela um novo estudo.

A pesquisa, publicada na revista Frontiers in Psychiatry, indica que indivíduos com um estilo de vida fisicamente mais ativo apresentaram um risco quase 60% menor de desenvolverem transtornos de ansiedade durante um período de acompanhamento de até 21 anos.

“Essa associação entre um estilo de vida fisicamente ativo e um menor risco de ansiedade foi observada em homens e mulheres”, disse a investigadora Martina Svensson, da Universidade de Lund, na Suécia.

Estima-se que os transtornos de ansiedade – que normalmente surgem no início da vida – afetem aproximadamente 10% da população mundial e a sua incidência é duas vezes mais comum em mulheres em comparação com os homens.

O novo estudo baseia-se em dados de quase 400 mil pessoas, naquele que é um dos maiores trabalhos de epidemiologia sobre toda a população de ambos os sexos.

Os autores detetaram uma diferença notável no nível de desempenho de exercício e no risco de desenvolver ansiedade entre esquiadores masculinos e femininos.

Embora o desempenho físico de um esquiador masculino não parecesse afetar o risco de desenvolver ansiedade, o grupo com melhor desempenho das esquiadoras teve quase o dobro do risco de desenvolver transtornos de ansiedade em comparação com o grupo fisicamente ativo num nível de desempenho inferior.

“É importante ressaltar que o risco total de ansiedade entre as mulheres de alto desempenho ainda foi menor em comparação com as mulheres fisicamente mais inativas na população geral”, disseram os autores.

Clique aqui para ler a notícia do LifestyleAoMinuto de 13/09/2021.