Imprimir têxteis eletrónicos
16 de Junho de 2021.
Literacia em saúde? Uma urgência!
22 de Junho de 2021.
Mostrar Tudo

5.º oceano da Terra confirmado

Teoricamente, a Terra possuía quatro oceanos reconhecidos: Atlântico, Pacífico, Índico e Ártico. Embora as águas do Sul tenham sido amplamente mencionadas pelos cientistas como um oceano independente, esta ideia nunca reuniu um apoio unânime. Até agora, uma vez que foi finalmente reconhecido como o quinto oceano do planeta.

Esta decisão foi tomada pela National Geographic Society e acrescenta o Oceano do Sul, em torno da Antártida, aos quatro já conhecidos.

Terra tem oficialmente um quinto oceano
A decisão partiu da National Geographic Society e agrega, a partir de agora, o Oceano do Sul, em torno da Antártida, aos quatro que já eram reconhecidos: Atlântico, Pacífico, Índico e Ártico. Este era um reconhecimento há muito mencionado e esperado.

Afinal, embora as águas em torno do continente do Sul tenham vindo a ser consideradas independentes, durante cerca de 100 anos, e tenham vindo a ser mencionadas pelos cientistas como tal, o conceito ainda não era unânime.

Passou a sê-lo no dia 8 de junho, no Dia Mundial dos Oceanos, pela National Geographic Society, que anunciou, oficialmente, o quinto oceano do mundo a ser incluído nos mapas do nosso planeta.

O Oceano do Sul há muito que é reconhecido pelos cientistas, mas como nunca houve acordo internacional, nunca o reconhecemos oficialmente. É uma espécie de nerd geográfico de certa forma.

Um dos maiores impactos seria na educação. Os estudantes aprendem informações sobre o mundo oceânico através dos oceanos que estão a estudar. Se não incluirmos o Oceano Sul, então não aprendemos as suas especificidades e a sua importância.

Disse Alex Tait, geógrafo oficial da sociedade, ao National Geographic.

Uma (não consensual) quina com milhões e milhões de anos
Foi em 1915 que a National Geographic começou a elaborar mapas. No entanto, a Society só reconhecia formalmente os quatro que conhecemos e que foram definidos pelos continentes que os limitavam. Por sua vez, o Oceano do Sul é definido pela Corrente Circumpolar Antártica (ACC) que flui de oeste para este.

Segundo os cientistas, a ACC foi criada há 34 milhões de anos, aquando da separação da Antártida e da América do Sul. Nessa altura, a água teve oportunidade de fluir sem obstáculos. As águas dessa corrente, a maior parte do Oceano do Sul, são mais frias e ligeiramente menos salgadas do que as águas mais a norte.

Na realidade, a definição de oceano não está ainda acordada, sabendo-se apenas que são os maiores corpos de água no planeta. Portanto, uma definição comum dividiu o oceano global em quatro ou cinco partes, tendo em conta os continentes que os rodeavam.

À parte disso, o Oceano do Sul havia sido utilizado apenas para descrever as águas do fundo do mundo. Todavia, o termo começou a surgir em publicações, em 1921, depois de as nações marítimas estabelecerem autoridades hidrográficas para publicar informações sobre os oceanos, de forma a auxiliar os seus navios mercantes.

Aliás, um termo bastante conhecido, “Sete Mares”, remonta a antigos escritos gregos, romanos, árabes, hindus, persas e chineses, embora muitas veze não sejam descritos os mares que conhecemos hoje. De acordo com o World Atlas, os Sete Mares são, hoje, considerados os sete maiores corpos de água oceânica: Ártico, Atlântico Norte, Atlântico Sul, Índico, Pacífico Norte, Pacífico Sul, e Sul ou Oceano Antártico.

Clique aqui para ler a notícia do Pplware de 19/06/2021.