Fez-se história no Monte Evereste
31 de Maio de 2021.
Afinal, Marte não é vermelho?
2 de Junho de 2021.
Mostrar Tudo

Xiaomi lança TV abaixo dos 300€

A Xiaomi é já uma marca de referência no mercado das Smart TV’s, sendo a fabricante líder na China e crescendo exponencialmente em várias regiões como a Europa. Para reforçar a sua posição a marca lançou agora a nova Mi TV 4A 40 Horizon Edition.

Trata-se de uma televisão inteligente com ecrã de 40 polegadas, resolução Full-HD, sistema operativo Android TV, baseado no Android 9 e um preço extremamente competitivo. Para já é um exclusivo da Índia, mercado onde a Xiaomi compete com a OnePlus.

A nova Smart TV Xiaomi custa o equivalente a 270 €

O novo televisor Xiaomi vem competir diretamente, no mercado indiano, com a OnePlus TV 40Y1 que consegue ser ainda mais barata e desafiar o domínio da empresa liderada por Lei Jun. Em jeito de comparação, a TV OnePlus custa o equivalente a 250 €.

Esta nova televisão Xiaomi foi anunciada oficialmente hoje (1) de junho, destacando-se pelo design bezel-less, virtualmente sem moldura e construção metálica. A qualidade de construção e design moderno são, efetivamente, dois dos seus maiores destaques.

Importa também frisar que esta é a segunda Smart TV a ser apresentada pela Xiaomi em menos de 6 meses, denotando a intenção da fabricante em aumentar a sua presença neste mercado.

Para o efeito, a marca mantém a sua estratégia de preços competitivos e caraterísticas acima da média neste setor.

As caraterísticas da Xiaomi Mi TV 4A 40 Horizon Edition

A Smart TV Mi TV 4A 40 Horizon Edition centra-se no ecrã de 40 polegadas (100 cm) de diagonal com resolução Full-HD. Este painel ocupa 93,7% da área total, com ângulo de visão de 178 graus. Utiliza a tecnologia Xiaomi VPE para cores mais fiéis e naturais.

O televisor conta com altifalantes de 20 W com tecnologia DTS-HD (Dolby Atmos), bem como o sistema operativo Android TV, baseado no Android 9, com a interface PatchWall da Xiaomi. É uma interface ágil de uso intuitivo e geralmente bem otimizada.

As opções de conetividade estão asseguradas por três portas HDMI, duas portas USB, porta Ethernet, porta áudio com jack de 3,5 mm, antena (RF), porta áudio ótica. Temos também as conexões Bluetooth 5, 2.4GHz Wi-Fi para maior versatilidade.

Importa frisar que o seu processador é o Amlogic Cortex A53 (quad-core), além da gráfica Mali 450 MP3 GPU. Temos ainda um total de 8 GB de armazenamento interno, bem como 1 GB de memória RAM.

O novo televisor Xiaomi suporta ainda a opção Mi Quick Wake que permite retomar a reprodução do programa / conteúdo que estávamos a ver antes de desligar o televisor, tudo em cerca de 5 segundos.

A taxa de atualização do painel é de 60 Hz o que a torna boa para desportos e uso geral, não tanto para jogos.

A nova Smart TV a caminho da Europa?

A Xiaomi não o confirmou a sua disponibilidade fora do mercado indiano, sendo esse o seu principal palco. No entanto, olhando para o atual leque de televisores Xiaomi, assistimos à sua gradual chegada à Europa com o passar dos meses.

Desse modo, não excluímos a disponibilidade da Xiaomi Mi TV 4A 40 Horizon Edition na Europa. Para já, contudo, será um produto acessível apenas aos consumidores da Índia, disponível desde o dia 2 de junho através dos canais de venda locais.

A nova Smart TV Xiaomi prima pela qualidade de construção e bom equilíbrio entre preço e caraterísticas. É uma forte afirmação da marca neste segmento competitivo onde habitualmente só falaríamos da LG, Samsung e Sony.

Em Portugal temos atualmente 5 modelos de Mi TV

Em Portugal, de momento, o ecossistema Mi TV disponível através das lojas Mi Store conta com 5 televisores. O mais barato começa nos 229 € (Mi LED TV 4A 32”), indo até às 75 polegadas e aos 1 599 € com a Mi QLED TV Q1 a liderar a gama.

Ainda que o portefólio disponível em Portugal não seja tão rico como o do mercado indiano, certo é que as TV’s Xiaomi já são bastante apreciadas no nosso país. O seu preço, bastante competitivo, é o maior ponto de venda.

Por fim, tal como a própria marca deu a saber, no primeiro trimestre de 2021 venderia 2,6 milhões de televisões inteligentes. A sua expansão para novos mercados como o europeu é, por isso, uma inevitabilidade.

Clique aqui para ler a notícia da 4gnews de 01/06/2021.