Dia Mundial da Abelha
19 de Maio de 2021.
Samsung e os monitores inteligentes
24 de Maio de 2021.
Mostrar Tudo

Google apresenta “janelas mágicas”

O Project Starline é uma solução de futuro da Google que combina visão computacional, machine learning, áudio espacial e compressão em tempo real para imergir o utilizador numa experiência que se aproxima muito de uma conversa em pessoa.

A Google apresentou durante o Google I/O aquela que acredita ser uma das soluções de futuro, para as videochamadas. Chama-se Project Starline e é uma ideia que almeja imergir os utilizadores num contexto mais próximo do que é atualmente possível com os aparelhos que temos à nossa disposição.

Esta tecnologia combina um hardware especializado com tecnologia de visão computacional para criar uma “janela mágica”, onde parece surgir a pessoa com quem estamos a falar, em tamanho real, renderizada em 3D. O ângulo de exibição faz, no entanto, parecer, que a pessoa está sentada mesmo à nossa frente.

“Para tornar isto possível, estamos a aplicar investigação feita no âmbito da visão computacional, machine learning, áudio espacial e compressão em tempo real”, explicou, numa publicação feita no blog da empresa, Clay Bavor, vice-presidente da tecnológica. “Desenvolvemos também um display disruptivo […] que cria uma sensação de volume e profundidade que é possível experienciar sem qualquer acessório complementar”, remata.

Por enquanto, é possível perceber que os protótipos ainda exigem um setup elaborado – as imagens partilhadas pela Google mostram-nos uma espécie de cabine fotográfica, com várias luzes, sensores e um grande ecrã – mas o resultado, segundo a gigante norte-americana, é uma experiência imersiva de videochamada que se aproxima bastante da sensação real de falar com alguém em pessoa.

O setup está disponível em alguns escritórios da Google, e a empresa diz já ter gasto milhares de horas em testes. Importa sublinhar que nada foi dito acerca dos planos que existem para o Project Starline, para além de que estão a ser considerados alguns testes junto de parceiros comerciais, ainda este ano.

A empresa quer tornar o sistema mais acessível e espera que este possa vir a ser integrado noutros produtos da sua autoria.

Clique aqui para ler a notícia da SapoTek de 19/05/2021.