Ondas de rádio longe da Terra
9 de Março de 2021.
Passar férias no espaço
11 de Março de 2021.
Mostrar Tudo

O navio flutuante

Uma rara ilusão de ótica foi fotografada por um homem na costa da Cornualha, no Reino Unido

Durante um passeio pela costa da Cornualha, no Reino Unido, David Morris avistou o que parecia ser um petroleiro a pairar sobre o mar. Estupefacto, decidiu captar a imagem.

Na verdade, o que se passou foi nada mais que um exemplo de um fenómeno chamado “miragem superior”, ou Fata Morgana, em referência à fictícia feiticeira meia-irmã do Rei Artur que, segundo a lenda, era uma fada que conseguia mudar de aparência.

Segundo David Braine, meteorologista da BBC, esta ilusão de ótica é comum no Ártico e pode aparecer “muito raramente” no Reino Unido, durante o inverno. As miragens inferiores, por seu lado, são bem mais comuns, criando a ilusão de lagos de água no deserto ou, isso mesmo, no asfalto muito quente,

Esta ilusão é fruto de um efeito meteorológico denominado “inversão térmica”. Normalmente, o ar é mais quente perto ao nível do mar e vai arrefecendo à medida que a altitude aumenta. Quando de fala em inversão de temperatura, isso quer dizer que há ar quente em cima de uma faixa de ar mais frio, atuando como uma lente de refração, produzindo o efeito ótico de uma imagem distante parecer flutuar.

“As miragens superiores podem produzir alguns tipos diferentes de imagens – aqui, um navio distante parece flutuar bem acima da sua posição real, mas, às vezes, um objeto que esteja abaixo do horizonte pode tornar-se visível”, explica Braine.

Este fenómeno já foi registado em várias partes do globo, e não só com navios no oceano, também com oásis no deserto ou algumas cidades na China. É também a base de muitas lendas e mitos.

Clique aqui para ler a notícia da Visão de 06/03/2021.