Marcel Hirscher
14 de Janeiro de 2020.
Thomas Rӧhler
16 de Janeiro de 2020.
Sermão da Sexagésima do Pe. António Vieira

Dia 22 de janeiro, às 18:00, na Igreja do Colégio.

No âmbito das comemorações dos 450 anos do Colégio dos Jesuítas do Funchal, o Conselho de Cultura da Universidade da Madeira, no âmbito do projeto “Diálogos”, alia-se à Associação Académica e ao Museu de Arte Sacra do Funchal, na organização de uma oratória sobre o Sermão da Sexagésima, a ter lugar no dia 22 de janeiro, às 18h, na Igreja do Colégio.

O evento realiza-se à margem da exposição “O Colégio dos Jesuítas do Funchal. 450 anos” e a oratória será proferida pelo Padre Jesuíta Carlos Azevedo Mendes.

O Sermão da Sexagésima é uma obra religiosa e literária da autoria do Padre António Vieira, uma espécie de prólogo aos quinze volumes que reúnem as suas peças oratórias. Pregado na Capela Real, em Portugal, em 1655, intitula-se A semente é a palavra de Deus (Semen est verbum Dei) por considerar que pregar é semear.

O Sermão (peça de oratória) da Sexagésima (decorre da data da pregação: penúltimo domingo antes da Quaresma, em 1655) versa sobre a arte de pregar onde Vieira, após uma passagem do Evangelho, critica a qualidade dos pregadores de então acusando-os de quererem servir ao Homem ao invés de pregar servindo a Deus e semeando a Sua palavra.

A entrada é livre, gratuita e aberta a todos os interessados.

Sobre a Herança Madeirense

O Sarau de Fados é uma das várias iniciativas que integram o nosso programa Herança Madeirense que congrega a oferta cultural e turística promovida pela Académica da Madeira. Materializa-se através da dinamização de vários monumentos e atracções do Funchal onde são promovidos um conjunto amplo de serviços com destaque para as visitas educativas gratuitas que são proporcionadas aos estabelecimentos de ensino de toda a região. Além disso, a Herança Madeirense oferece, gratuitamente, saraus de música, exposições, visitas culturais temáticas, áudio guias, circuitos autónomos de História e outras iniciativas.

O Colégio dos Jesuítas do Funchal, a Igreja de S. João Evangelista, os Paços do Concelho do Funchal, a Assembleia Legislativa da Madeira, o Mosteiro de Santa Clara, o centro histórico da cidade e, desde Novembro de 2017, a Quinta Vigia são os monumentos e as atracções que estão integradas no nosso programa.

Através dos circuitos culturais e históricos os nossos colaboradores ajudam o visitante a conhecer o rico património material e imaterial da nossa região, permitindo que o visitante explore como esses monumentos, e os seus ocupantes, ajudaram a moldar a nossa sociedade. A Académica angaria os seus próprios fundos e depende do apoio dos seus visitantes, doadores, mecenas e voluntários. Através dos proveitos das visitas conseguimos financiar vários programas de apoio social cujos beneficiários são os estudantes da Universidade da Madeira.

Vencedor, em 2018 e pela quinta vez consecutiva, do Certificado de Excelência do maior portal de viagens do mundo, o Trip Advisor, a Herança Madeirense acumula vários prémios e distinções como o Prémio de Boas Práticas do Associativismo Jovem, atribuído em 2017 pelo Instituto Português da Juventude e Desporto, e o Prémio de Voluntariado Universitário, atribuído em 2017 pelo Banco Santander.

O programa Herança Madeirense segue apostando na capacitação dos seus colaboradores e na excelência dos seus serviços disponibilizando ao público – nacional e internacional – experiências únicas e de qualidade.