Assembleia-geral
3 de Dezembro de 2019.
Lalli and Bishop Henry
5 de Dezembro de 2019.
Académica da Madeira galardoada pelo terceiro ano consecutivo.

Trabalho da Imprensa Académica reconhecido pelo Instituto Português do Desporto e Juventude.

O prémio Boas Práticas Associativismo Jovem, na categoria Estudantil, visa distinguir as associações de estudantes do ensino superior que se destacaram pelas suas características e iniciativas de relevo, sendo atribuído pelo Instituto Português do Desporto e da Juventude. Do processo de seleção das candidaturas, o júri apurou como uma das vencedoras, a Associação Académica da Universidade da Madeira, pelo trabalho desenvolvido pela Imprensa Académica.

As associações estudantis do país candidatas são agrupadas e avaliadas de acordo com a região a que pertencem, sendo que a Académica da Madeira foi integrada na região de Lisboa e Vale do Tejo. Além de vencer na zona em que foi a concurso, a candidatura da Académica da Madeira foi a que mais pontos angariou a nível nacional. Refira-se que, em 2017 e em 2018, a Académica da Madeira tinha sido igualmente distinguida com a pontuação máxima a nível nacional, devido ao programa de dinamização cultural, Herança Madeirense e Universitas, programa que congrega a oferta de iniciativas de acolhimento, acompanhamento e preparação para a inserção na vida activa dos futuros, actuais e antigos estudantes universitários.

“É uma grande satisfação receber, em mãos, pelo 3.º ano consecutivo o reconhecimento pelo trabalho desempenhado pelos voluntários da Académica” referiu o Presidente da direcção, Carlos Abreu. “A imprensa Académica vingou nos propósitos que assumiu: fomentar a investigação científica nos estudantes, divulgar os trabalhos produzidos nas instituições de ensino superior, promover a interacção com a sociedade e Angariar receitas que permitam financiar os vários programas de apoio social” – Acrescentou.

Em 2006, a Académica da Madeira deu inicio à sua participação no sector editorial com a publicação da primeira edição da sua revista académica, hoje denominada et al.
Desde então têm sido desenvolvidos esforços com o intuito de promover a busca pelo conhecimento, esforços que, em 2010, mereceram o reconhecimento do Governo Regional da Madeira através da atribuição do estatuto de Instituição de Utilidade Pública.

2013 foi um ano marcante no trajecto editorial da Académica pois foi o ano em que foi lançado o primeiro livro: Colégio dos Jesuítas do Funchal – Memória Histórica, da autoria de Rui Carita.

A partir desse momento, e tendo em mente o desafio de criar leitores, é notório o crescimento na área editorial, com várias obras publicadas em distintas áreas do saber. Alguns exemplos deste ecletismo literário são:

  • A colecção História da Madeira, que apresenta ao leitor a evolução desde o início do povoamento da Ilha da Madeira em áreas como a religião, a política ou a economia, constituindo um elemento crucial da historiografia madeirense;
  • A obra Levadas da Madeira, uma antologia que revela memórias, registos e histórias em torno de um dos ex-libris da Madeira, as Levadas, sendo que, de forma a estabelecer uma relação mais próxima com o leitor, os textos são complementados com fotografias das levadas, algumas antigas, outras contemporâneas;
  • A colecção Ilustres (Des)Conhecidos, cujo principal objectivo é recordar e/ou dar a conhecer autores e obras literárias que são parte importante da literatura madeirense mas que, por variados motivos, encontram-se distantes do público;
  • Obras como À Descoberta da História da Diocese Global, Flora e Minos – O Nascimento da Madeira, Véspera de Natal ou Uma Visita Guiada ao Colégio dos Jesuítas do Funchal, que são direccionadas ao público infanto-juvenil.
  • Obras em Inglês, das quais se destacam as obras Levadas of Madeira – a Literary Anthology e History of Funchal (versões anglófonas das originais Portuguesas, também editadas pela Imprensa Académica), que foram apresentadas no Parlamento Europeu em Bruxelas, levando a nossa História, a nossa Cultura e a nossa Região muito para lá das fronteiras da nossa ilha.

O próximo lançamento está agendado para o dia 16 de Dezembro, no Colégio dos Jesuítas do Funchal, e constitui o 5 volume da Colecção História da Madeira. Séc. XIX. O Caminho do Liberalismo.

Sobre a Imprensa Académica

A Imprensa Académica é uma editora criada em 2014 pela Académica da Madeira, que é a proprietária e a gestora de toda a sua actividade. Ao longo dos anos tem publicado em várias áreas do saber, através da iniciativa da sua equipa, de trabalhos contratados por entidades externas e de propostas recebidas de autores ou organizações.

A actividade da Imprensa Académica nasce para fomentar a investigação científica nos estudantes e nos antigos estudantes, divulgar os trabalhos produzidos nas instituições de ensino superior e promover a interacção com a sociedade. Aliado a esses propósitos, a actividade da Imprensa Académica permite a angariação de receitas para os programas de apoio social e de voluntariado da Académica da Madeira.

Vencedor, em 2019, do Prémio Boas Práticas Associativismo Jovem, na categoria Estudantil, atribuído pelo Instituto Português do Desporto e da Juventude, o programa continua a apostar na oferta de oportunidades na comunidade académica, juvenil e população geral, como veículo de expressão enquanto escola de cidadania activa e de participação cívica e democrática dos jovens, sendo particularmente reconhecida pela sua qualidade, dimensão territorial e impacto social relevante na comunidade.

Consulte, aqui, o catálogo de publicações da Imprensa Académica.