A Europe for the future
11 de Outubro de 2019.
You Print, We Plant
13 de Outubro de 2019.
Mostrar Tudo

450 anos do Colégio dos Jesuítas

Celebre connosco, ao longo de 2019 e 2020, os 450 anos de fundação do antigo colégio da Companhia de Jesus.

exposições . visitas orientadas
espetáculos de música . conferências

Exposição. Colégio dos Jesuítas do Funchal – 450 anos.

Museu de Arte Sacra do Funchal, 18 de outubro-31 de janeiro

O Museu de Arte Sacra do Funchal e a Associação Académica da Universidade da Madeira assinalam juntos os 450 anos da fundação do Colégio dos Jesuítas do Funchal, através de uma exposição a decorrer na sala de exposições temporárias do Museu. A abertura ao público decorrerá, simbolicamente, no dia 17 de outubro, assinalando a efeméride do Dia Nacional dos Bens Culturais da Igreja.

A exposição estará patente entre os dias 18 de outubro de 2019 e 31 de janeiro de 2020 e poderá ser visitada, gratuitamente, de segunda a sexta-feira, entre as 10 horas e as 17 horas, e ao sábado, das 10 horas às 13 horas. Conta com o comissariado do historiador e professor Rui Carita que, ao longo de várias décadas, se tem dedicado ao estudo do Colégio do Funchal e da presença da Companhia de Jesus na Madeira.

O complexo do Colégio dos Jesuítas, que integra a Igreja de São João Evangelista, património nacional classificado, permaneceu, ao longo de mais de quatro séculos de história, uma presença indelével na cidade do Funchal, não só como edifício marcante na malha urbana, mas também como polo, sempre vivo e dinâmico, nas diversas funções que serviu, ao longo dos tempos, em contextos favoráveis ou adversos.

O Colégio dos Jesuítas “teve início no dia 20 de agosto de 1569, quando el-rei D. Sebastião o fundou para a Companhia de Jesus, instituição apreciada pelo monarca. O mesmo edifício, embora acolhendo várias instituições, esteve sempre ligado ao Ensino e acolhe, atualmente, a própria Reitoria da Universidade da Madeira. Por tal, faz todo o sentido assinalar esta data com a exposição, mas também com o trabalho de partilha do património cultural madeirense através do nosso programa, premiado, Herança Madeirense”, referiu o Presidente da direção, Carlos Abreu.

O trabalho da Académica da Madeira no Colégio, iniciou-se em 2012 com várias iniciativas culturais, entre visitas, exposições, saraus musicais e até um espaço comercial, que contribuíram para a divulgação da história deste edifício.

Através desta exposição, o MASF e a Académica, sob a orientação do comissário Rui Carita, propõem um percurso pelos principais momentos deste Colégio da Companhia de Jesus, desde logo, dedicado ao ensino e à missionação, reconstituindo os contextos conturbados da fundação e instalação, até à expulsão dos jesuítas da Madeira, mas também, os diferentes usos militares, civis e culturais que o trazem, bem vivo até nós, atualmente.

Texto redigido com a disposições do A. O. de 1990.

Sobre a Herança Madeirense

O Sarau de Fados é uma das várias iniciativas que integram o nosso programa Herança Madeirense que congrega a oferta cultural e turística promovida pela Académica da Madeira. Materializa-se através da dinamização de vários monumentos e atracções do Funchal onde são promovidos um conjunto amplo de serviços com destaque para as visitas educativas gratuitas que são proporcionadas aos estabelecimentos de ensino de toda a região. Além disso, a Herança Madeirense oferece, gratuitamente, saraus de música, exposições, visitas culturais temáticas, áudio guias, circuitos autónomos de História e outras iniciativas.

O Colégio dos Jesuítas do Funchal, a Igreja de S. João Evangelista, os Paços do Concelho do Funchal, a Assembleia Legislativa da Madeira, o Mosteiro de Santa Clara, o centro histórico da cidade e, desde Novembro de 2017, a Quinta Vigia são os monumentos e as atracções que estão integradas no nosso programa.

Através dos circuitos culturais e históricos os nossos colaboradores ajudam o visitante a conhecer o rico património material e imaterial da nossa região, permitindo que o visitante explore como esses monumentos, e os seus ocupantes, ajudaram a moldar a nossa sociedade. A Académica angaria os seus próprios fundos e depende do apoio dos seus visitantes, doadores, mecenas e voluntários. Através dos proveitos das visitas conseguimos financiar vários programas de apoio social cujos beneficiários são os estudantes da Universidade da Madeira.

Vencedor, em 2018 e pela quinta vez consecutiva, do Certificado de Excelência do maior portal de viagens do mundo, o Trip Advisor, a Herança Madeirense acumula vários prémios e distinções como o Prémio de Boas Práticas do Associativismo Jovem, atribuído em 2017 pelo Instituto Português da Juventude e Desporto, e o Prémio de Voluntariado Universitário, atribuído em 2017 pelo Banco Santander.

O programa Herança Madeirense segue apostando na capacitação dos seus colaboradores e na excelência dos seus serviços disponibilizando ao público – nacional e internacional – experiências únicas e de qualidade.