A Europe for my grandchildren
3 de Outubro de 2019.
My grandchildren’s Europe
5 de Outubro de 2019.
Mostrar Tudo

Já é possível nomear um exoplaneta

Em Portugal, poderá atribuir-se um nome ao planeta extra-solar HD 45652b, um gigante gasoso a 117 anos-luz de nós.

A partir desta terça-feira, tem a oportunidade de sugerir um nome para um exoplaneta. Para comemorar o seu 100.º aniversário, a União Astronómica Internacional (IAU, na sigla em inglês) organizou a iniciativa IAU100 Name ExoWorlds (Dê Nome a ExoMundos, em português), em que mais de 70 países terão a possibilidade de dar um nome a um exoplaneta e à sua estrela. Em Portugal, será possível propor nomes até 28 de Outubro no site da iniciativa.

Como a IAU é a entidade responsável por atribuir nomes e designações oficiais a corpos celestes, quis incentivar a comunidade internacional a nomear também outros mundos. A primeira iniciativa Name ExoWorlds aconteceu em 2015, quando foram atribuídos nomes a 19 exoplanetas (nos últimos anos descobriram-se cerca de 4000 exoplanetas).

Agora, a IAU dá a oportunidade a mais de 70 países de fazerem o mesmo a um sistema planetário (um exoplaneta e a sua estrela). Para cada país, foi designada uma estrela visível do seu território e suficientemente brilhante para poder ser observada de pequenos telescópios.

A Portugal, foi atribuído o sistema planetário HD 45652, que se situa na constelação do Unicórnio a 117 anos-luz da Terra. A estrela é uma anã vermelha, que é visível com a ajuda de binóculos. Já o planeta extra-solar – o HD 45652b – é um gigante gasoso com cerca de 47% da massa de Júpiter.

Localizado muito mais perto da sua estrela do que Júpiter do Sol, o HD 45652b demora 44 dias para completar uma volta em redor da sua estrela. Este sistema foi descoberto em 2008 por uma equipa liderada por Nuno Santos, investigador do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço.

Até 28 de Outubro, as propostas para dar outro nome ao HD 45652b são recolhidas por um formulário online no site do concurso. Os nomes devem ser propostos por escolas, universidades, clubes de astronomia ou outros grupos. Segundo o regulamento, cada proponente deve apresentar uma proposta, que deverá ter dois nomes: um para o exoplaneta e outro para a estrela.

A 31 de Outubro, será divulgada uma lista de propostas para votação pública, que decorrerá de 1 a 10 de Novembro. No dia seguinte, será anunciado o resultado dessa votação. Até 15 de Novembro, o Comité Nacional do NameExoWorlds Portugal (um grupo responsável por promover este projecto no país) terá de enviar três propostas dos nomes seleccionados e dois suplentes ao Comité da Direcção da NameExoWorlds. Em Portugal, a iniciativa é organizada pelo Núcleo Interactivo de Astronomia (Nuclio) com o apoio da Sociedade Astronómica Portuguesa.

“Este evento fantástico convida pessoas em todo o mundo a pensarem no nosso lugar em comum no Universo, estimulando a criatividade e o espírito de cidadania global”, afirma Debra Elmegreen, presente do IAU, num comunicado sobre o concurso. “A iniciativa Name ExoWorlds recorda-nos que todos partilhamos o mesmo céu.”

Notícia do Público de 01/10/2019.