The artist with a funny mustache
17 de Janeiro de 2019.
7 anos de Fado de Coimbra
18 de Janeiro de 2019.
Mostrar Tudo

17 mil ainda esperam

Milhares de estudantes, por todo o País, ainda não sabem se terão direito a Bolsa de Estudo

No ano letivo corrente, ainda há quase 17 mil estudantes (16.920) de universidades e politécnicos portugueses que não sabem se têm direito a bolsa de estudo, escreve o “Diário de Notícias” (DN), na edição desta quarta-feira, 16 de janeiro.

De acordo com os dados facultados pela Direção-Geral do Ensino Superior, foram pagas 50.502 bolsas de estudo (menos do que em termos homólogos, altura em que foram pagas 54.874 bolsas) e ainda existem 12 mil candidaturas (13% do total) nos serviços das universidades à espera de uma decisão.

Em causa estão problemas informáticos nos sistemas das Finanças e da Segurança Social e os dos Serviços de Ação Social. “Sabemos que existem serviços, das Finanças e da Segurança Social, que deviam enviar informação e que não enviam, sabemos que o atraso não é só da Universidade de Évora”, afirmou ao DN Ana Rita Silva, presidente da Associação Académica da Universidade de Évora, cuja faculdade é das mais atrasadas na análise das candidaturas.

Um estudante carenciado pode receber até 1.286 euros mensais. No ano passado, quase 65 mil alunos do superior tiveram direito a bolsa, cerca de 40% das quais terão sido apenas para pagar o valor das propinas.

Jornal Económico, 16-01-2019.

Na UMa, segundo os dados da Direção-Geral do Ensino Superior de 14-01-2019, duzentos alunos tiveram a bolsa rejeitada por condições de acesso e 50 ainda aguardam os resultados.

Sobre o Universitas

Universitas é o programa da Académica da Madeira que congrega a oferta de acções de acolhimento, de acompanhamento e de inserção na vida activa dos futuros, actuais e antigos estudantes universitários. Assente na transmissão de valores, na construção de oportunidades e na valorização da cidadania, desenvolvemos várias iniciativas que espelham a raiz latina do conceito de universalidade, de totalidade, de companhia e de associação do vocábulo universitas. Pretendemos informar os candidatos ao Ensino Superior, através de visitas educativas pelos espaços da Universidade da Madeira; acolher os novos estudantes, com a promoção de actividades de acesso à informação e ao funcionamento da Academia; acompanhar os estudantes e antigos estudantes promovendo projectos e programas nacionais e internacionais que constituam oportunidades de integração na vida activa.

Criado em 2017, o programa Universitas promove a acção de integração dos novos estudantes do Ensino Superior, pela via da ciência e da cultura, pretendendo dinamizar a procura activa de conhecimento e de competências capazes de garantir o sucesso no mercado de trabalho. Juntam-se ao nosso programa as visitas educativas que são realizadas pelos espaços da Universidade da Madeira, a centenas de estudantes dos Ensinos Básico e Secundários, e a promoção dos programas europeus que se configuram como oportunidades ímpares na construção de um futuro promissor para os jovens madeirenses.

Apoio ao Estudante, matriz identitária e fulcral da nossa estrutura associativa, é uma componente central do Universitas, exercida através de políticas locais e nacionais. As acções de proximidade, através de uma actuação junto dos estudantes com o apoio ao seu quotidiano académico, são complementadas com uma participação activa nas políticas do ensino superior e da juventude.

Vencedor, em 2018, do Prémio Boas Práticas Associativismo Jovem, na categoria Estudantil, atribuído pelo Instituto Português do Desporto e da Juventude, o programa continua a apostar na oferta de acções e iniciativas de acolhimento, de acompanhamento e de preparação para a inserção na vida activa dos futuros, dos actuais e dos antigos estudantes universitários.