Funchal vs. Vaduz
29 de Novembro de 2018.
Receitas Celestiais
30 de Novembro de 2018.
Conheça o mais antigo hotel da Madeira, dia 15 de Dezembro às 11:00.

As inscrições para a visita de Dezembro encontram-se encerradas.

‘Um mês um tema’ pretende levar os interessados a vários pontos culturais da nossa cidade cumprindo o objectivo de divulgar o património, de difundir a cultura e de valorizar a história. Para que o nosso património possa ser valorizado é fundamental que ele possa ser conhecido.

Deste modo, a Académica da Madeira irá fechar mais um ano de visitas Um Mês, Um Tema através duma visita guiada ao Hotel Belmond Reid’s Palace, um hotel histórico e centenário. Nesta edição, através de uma visita guiada orientada por Ana Isabel Portugal os participantes terão a oportunidade de conhecer não só os magníficos interiores e jardins, mas também a vasta história deste hotel e os ilustres que lá ficaram hospedadas, entre os quais o Imperador Carlos de Áustria ou Winston Churchill.

Informações da visita
  • A visita decorrerá no dia 15 de Dezembro, às 11:00 e é gratuita a qualquer interessado desde que portador do Passaporte Cultural;
  • O ponto de encontro será junto à entrada do Hotel Belmond Reids, às 10:50.
Sobre a Herança Madeirense

‘Um mês, um tema’ é uma iniciativa que integra o nosso programa Herança Madeirense congrega a oferta cultural e turística, promovida pela Associação Académica da Universidade da Madeira, que, entre outras actividades, dinamiza o Colégio dos Jesuítas do Funchal, a Igreja de S. João Evangelista, os Paços do Concelho do Funchal, a Assembleia Legislativa da Madeira e o centro histórico da cidade. Desde Março de 2017, o Mosteiro de Santa Clara passou a integrar e a enriquecer a nossa oferta. Através dos circuitos culturais e históricos os nossos colaboradores ajudam o visitante a conhecer o rico património material e imaterial da nossa região, permitindo que o visitante explore como esses monumentos, e os seus ocupantes, ajudaram a moldar a nossa sociedade. A Associação Académica angaria os seus próprios fundos e depende do apoio dos seus visitantes, doadores, mecenas e voluntários. Através dos proveitos das visitas conseguimos financiar vários programas de apoio social cujos beneficiários são os estudantes da Universidade da Madeira.