Hiking in Madeira
13 de Agosto de 2018.
Câmara Municipal da Calheta
13 de Agosto de 2018.
Mostrar Tudo

Novo álbum dos Fatum

Da carolice a uma experiência musical inolvidável (para levar para casa).

O Fado de Coimbra, também conhecido por Fado de Estudante, é um género musical adoptado pelos estudantes da Universidade de Coimbra, instituição criada em 1290, quando D. Dinis assinou, em Leiria, o documento ‘Scientiae thesaurus mirabilis’, sendo a mais antiga de Portugal e uma das mais antigas do mundo.

Crê-se que esta expressão cultural tenha recebido várias influências. As Cantigas de Amor e as Trovas Provençais da Idade Média, trazidas para a corte por trovadores, o fado de Lisboa e as importadas pelos estudantes que vinham de outras regiões do país para ali estudar e viver deram origem ao Fado ou Canção de Coimbra.

Em 2013, a vivência, a tradição e a cultura estudantis de Coimbra, entre os quais o próprio fado, foram incluídos na candidatura apresentada e confirmada como Património Mundial da UNESCO, “Universidade de Coimbra: Alta e Sofia”, distinção que enfatiza esta grande manifestação da cultura portuguesa, património de uma cidade, de um país e de uma língua.

Em resposta a um desafio lançado pela Académica da Madeira, e embuídos pelos trinares da guitarra foi criado, em Janeiro de 2010, um grupo de fados dedicado à canção de Coimbra, os Fatum. Com uma missão de promoção e de divulgação do Fado de Coimbra na Madeira, nas suas múltiplas componentes (poesia, cantos e guitarras) elevando padrões de qualidade e de honestidade musicais, o grupo tem sido responsável por diversos espectáculos, nomeadamente Saraus, Serenatas, Tributos, actuações privadas e actuações de rua e pela edição do Álbum Discográfico Fatum, em 2013.

Chega-nos, agora, um novo trabalho, Fado de Coimbra: Dos Clássicos aos contemporâneos, que reúne 17 temas, dos quais sobressaem Balada dos meus amores com letra de Edmundo Bettencourt e música de Luiz Goes, os temas de Zeca Afonso, Menino d’Oiro, Vejam bem e Traz outro amigo também e Fado Hilário com letra e música atribuída a Hilário, cantor de Coimbra, natural de Viseu, que foi amigo, entre outros, do poeta João de Deus.

A edição discográfica, gravada no Paulo Ferraz Studio, em Agosto de 2018, tem a participação dos músicos Carlos Diogo Pereira, César Dias e Pedro Ideia nas vozes, David Freitas, Diogo Cró, Diogo Freitas, João Baptista e John Sousa na guitarra e de Pedro Gouveia na Guitarra Portuguesa.

A apresentação ao público está agendada para o dia 27 de Outubro, no Colégio dos Jesuítas do Funchal, o palco habitual dos Saraus musicais, pelas 21 horas, e com entrada livre.

Sobre a Herança Madeirense

Os Fatum participam regularmente nos Saraus de Fados, iniciativas que integram o nosso programa Herança Madeirense que congrega a oferta cultural e turística promovida pela Académica da Madeira. Materializa-se através da dinamização de vários monumentos e atracções do Funchal onde são promovidos um conjunto amplo de serviços com destaque para as visitas educativas gratuitas que são proporcionadas aos estabelecimentos de ensino de toda a região. Além disso, a Herança Madeirense oferece, gratuitamente, saraus de música, exposições, visitas culturais temáticas, áudio guias, circuitos autónomos de História e outras iniciativas.

O Colégio dos Jesuítas do Funchal, a Igreja de S. João Evangelista, os Paços do Concelho do Funchal, a Assembleia Legislativa da Madeira, o Mosteiro de Santa Clara, o centro histórico da cidade e, desde Novembro de 2017, a Quinta Vigia são os monumentos e as atracções que estão integradas no nosso programa.

Através dos circuitos culturais e históricos os nossos colaboradores ajudam o visitante a conhecer o rico património material e imaterial da nossa região, permitindo que o visitante explore como esses monumentos, e os seus ocupantes, ajudaram a moldar a nossa sociedade. A Académica angaria os seus próprios fundos e depende do apoio dos seus visitantes, doadores, mecenas e voluntários. Através dos proveitos das visitas conseguimos financiar vários programas de apoio social cujos beneficiários são os estudantes da Universidade da Madeira.

Vencedor, em 2018 e pela quinta vez consecutiva, do Certificado de Excelência do maior portal de viagens do mundo, o Trip Advisor, a Herança Madeirense acumula vários prémios e distinções como o Prémio de Boas Práticas do Associativismo Jovem, atribuído em 2017 pelo Instituto Português da Juventude e Desporto, e o Prémio de Voluntariado Universitário, atribuído em 2017 pelo Banco Santander.

O programa Herança Madeirense segue apostando na capacitação dos seus colaboradores e na excelência dos seus serviços disponibilizando ao público – nacional e internacional – experiências únicas e de qualidade.