Travar o aquecimento global
7 de Agosto de 2018.
Cirurgia inovadora em Gaia
13 de Agosto de 2018.
Mostrar Tudo

Quanto valem os dados do nosso ADN?

O mercado de ADN está a chegar. Há empresas farmacêuticas a investir milhões de euros em empresas que têm dados genéticos. O interesse é criar novos medicamentos.

Sabe quanto vale o seu ADN? Pode ser cada vez mais precioso. Como milhões de pessoas pagam testes caseiros para conhecer a sua ascendência ou riscos de saúde, os dados genéticos estão a tornar-se um recurso cada vez mais valioso para os fabricantes de medicamentos, que estão a desencadear uma corrida para criar um mercado de ADN.

A decisão da empresa farmacêutica GlaxoSmithKline (GSK) de investir 259 milhões de euros (300 milhões de dólares) na 23andMe e o estabelecimento de um acordo exclusivo com esta empresa privada de genómica pessoal para desenvolver medicamentos representa bem o valor que está por trás do código genético.

Até agora, o investimento maior envolve testes caseiros de ADN, um mercado dominado pela 23andMe e pela Ancestry.com, que cobram menos de 86 euros (100 dólares) por um teste de saliva. Mas essas empresas também obtêm consentimento voluntário dos clientes para que os seus dados sejam usados por outros. Contudo, há novas startups que estão a começar a oferecer às pessoas a oportunidade de terem a sua informação genética e de a venderem depois a investigadores “sedentos” por esses dados.

Empresas como a EncrypGen, a Nebula Genomics, a LunaDNA e a Zenome até já estão a usar a Blockchain – a base de dados descentralizada em que assenta a Bitcoin – para que os dados fiquem seguros e se crie um registo de transacções. Essas empresas têm modelos ligeiramente diferentes para as suas plataformas de dados, onde as pessoas são pagas para fornecer as suas informações, embora a Nebula Genomics também planeie oferecer testes.