Notícias

7 de Julho de 2020.

Cérebros, mães e decisões

Numa investigação relacionada com o consumo de drogas após o parto observou-se o que acontece no cérebro de ratos fêmea quando escolhem as suas crias em vez de cocaína, ou vice-versa. O consumo de drogas após o parto é um problema que tem consequências nefastas tanto para a mãe como para os filhos. O que acontece então no cérebro quando uma mãe prefere (ou não) cuidar dos seus filhos? Esta foi a questão de uma investigação relacionada com o consumo de drogas após o parto liderada por cientistas de duas instituições científicas dos Estados Unidos. Para isso, fizeram experiências em fêmeas de ratos e viram que, quando se inactivava uma região do cérebro – o córtex infra-límbico –, esses animais […]
6 de Julho de 2020.

Portugal com desflorestação abrupta

Paulo Fernandes, especialista em incêndios da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, diz que os processos de desflorestação em Portugal nos últimos anos devem-se “esmagadoramente” aos fogos florestais. A área de desflorestação e perda de biomassa florestal aumentou 49% e 69%, respectivamente, na União Europeia (UE) entre 2016 e 2018 face ao período entre 2011 e 2015. A última edição da revista científica Nature revela que, em Portugal, se deu uma variação de 56% no ritmo da área desflorestada no período 2016-2018 em relação a 2004-2015. A estratégia florestal comunitária no pós-2020 pode estar em risco. Na UE, as florestas representam aproximadamente 38% da superfície total da Terra. A Suécia, Finlândia, Espanha, França, Alemanha e Polónia são os Estados-membros com […]
3 de Julho de 2020.

Detectar incêndios com aeronaves

Projecto recolhe imagens com câmaras de vídeo instaladas em aeronaves tripuladas ou não tripuladas. Uma equipa portuguesa está a desenvolver um sistema de identificação de incêndios a partir de sensores e imagens recolhidas por câmaras de vídeo instaladas em aeronaves tripuladas ou não tripuladas. O projecto de investigação Firefront, que foi apresentado esta terça-feira no Aeródromo de Santa Cruz, em Torres Vedras, está a testar câmaras de vídeo para recolha de imagens e sensores de detecção de fogos instalados em aeronaves. O projecto pertence a um consórcio, que integra a Força Aérea Portuguesa, o Instituto de Sistema e Robótica do Instituto Superior Técnico (IST), o Instituto de Telecomunicações de Lisboa, o Aeroclube de Torres Vedras, o centro de investigação de […]
2 de Julho de 2020.

FCT e estudo do impacto da COVID-19

Financiamento total dos vários projectos é 500 mil euros. Universidades, centros de investigação e uma associação, com 16 projectos para estudar violência doméstica, impactos no trabalho e saúde mental de grávidas em contexto de covid-19, arrecadaram meio milhão de euros para estudar impactos de género da pandemia. O concurso “Gender Research 4 Covid-19” promovido pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), em articulação com a Secretaria de Estado para a Cidadania e a Igualdade e o apoio da Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género (CIG), lançado pelo Governo para estudar impactos de género no âmbito da pandemia, recebeu 145 candidaturas, das quais 16 foram seleccionadas para receber financiamento, no total em cerca de 506 mil euros, […]
29 de Junho de 2020.

Portugal em telescópio solar

A parecela portuguesa a investir no telescópio deverá rondar os três milhões de euros. O futuro Telescópio Solar Europeu (EST), que tem participação portuguesa e foi apresentado em Coimbra esta quinta-feira, deve entrar em actividade em 2027 nas ilhas Canárias (Espanha) para estudar a influência do Sol sobre a Terra. A partir dos dados científicos proporcionados pelo EST (sigla em inglês), as entidades envolvidas no projecto pretendem investigar os impactos da actividade solar nas pessoas e em geral na vida do planeta, bem como nos equipamentos tecnológicos, por exemplo. O novo Telescópio Solar Europeu foi apresentado a cientistas e empresários no âmbito do Portugal EST Day, um evento em formato webinar organizado pela Universidade de Coimbra, através do Observatório Geofísico […]
24 de Junho de 2020.

Temperaturas continuam muito altas

Temperatura da superfície da Terra atingiu os 45 graus Celsius em diversas regiões do Círculo Polar Árctico a 19 de Junho. No mesmo dia, a temperatura do ar chegou aos 38 graus na cidade siberiana de Verhojansk. Especialistas estão a investigar Inverno “anormalmente ameno” na região russa. A onde de calor que está a afectar a Sibéria voltou a atingir temperaturas recorde. Depois de a 9 de Junho os termómetros terem chegado a picos anormais para esta altura do ano, algumas cidades russas localizadas no Círculo Polar Árctico chegaram, a 19 de Junho, aos 45 graus Celsius. Os dados, recolhidos pelo Serviço Europeu de Alterações Climáticas do Copernicus, foram divulgados esta terça-feira pela Direcção-Geral da Indústria da Defesa e do […]