A actualidade noticiosa

Consulta as principais notícias do Ensino Superior

31 de Julho de 2020.

Nova espécie de morcego em Portugal

No Parque Nacional da Peneda-Gerês, uma equipa de cientistas foi descoberta uma nova espécie de morcego que poderá estar distribuída por “toda a região Norte”. O registo desta nova espécie, designada morcego-de-bigodes-de-alcatoe (Myotis alcathoe), acaba de ser descrito na revista Biodiversity Data Journal por cientistas do Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos (Cibio-InBio) da Universidade do Porto. A presença em território nacional desta espécie era, até agora, desconhecida, ainda que o indivíduo que permitiu a descoberta tenha sido capturado em 2005 no Parque Nacional da Peneda-Gerês. À época, os investigadores registaram o indivíduo como sendo da espécie do morcego-de-bigodes (Mytosis mystacinus) devido à presença de “características muito semelhantes e quase indistinguíveis”. A verdadeira identidade desta nova espécie só […]
30 de Julho de 2020.

Vagas e cursos do Ensino Superior

O concurso nacional de acesso ao ensino superior começa a 7 de Agosto e prolonga-se até 23 do mesmo mês. Há 51.408 lugares disponíveis (a que se somam mais 721 para concursos locais). Consulte a nota do último colocado na 1.ª fase do ano passado, em cada curso, de cada instituição, e compare com a sua média de acesso para melhor avaliar as hipóteses de entrar. Clique aqui para ler a notícia do Público de 24/07/2020.
29 de Julho de 2020.

Saturno, a nova tendência do verão

A fotografia foi tirada durante o Verão, no hemisfério norte do planeta, e mostra novos detalhes de Saturno. O telescópio espacial Hubble, da NASA, captou uma fotografia inédita que mostra Saturno no Verão. A imagem foi obtida a 4 de Julho, quando o segundo maior planeta do sistema solar (depois de Júpiter) estava a 1,3 mil milhões de quilómetros da Terra. Na fotografia vê-se uma ligeira neblina avermelhada, o que, segundo os cientistas, pode resultar do aquecimento gerado pelo aumento da luz solar, o que afecta a circulação e o nível de gelo da atmosfera. Outra possibilidade: mais luz solar conduz a alterações na quantidade de névoa fotoquímica produzida. “É espantoso que, mesmo depois de alguns anos, estejamos a ver […]
28 de Julho de 2020.

Estrelas criadas em laboratório?

Resultados obtidos com dados recolhidos no Grande Acelerador Nacional de Iões Pesados (GANIL), em França. Foi criada em laboratório matéria análoga à formada em supernovas ou na fusão de estrelas de neutrões, por investigadores das universidades de Coimbra e de Caen (em França). A equipa do Centro de Física da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC) e da Universidade de Caen, na Normandia (França), “determinou as propriedades da matéria criada em laboratório com características semelhantes às da matéria que se forma em supernovas ou na fusão de estrelas de neutrões”, revela a Universidade de Coimbra em comunicado. Na experiência, realizada no laboratório GANIL (a sigla em francês de Grande Acelerador Nacional de Iões Pesados), no âmbito […]
27 de Julho de 2020.

Zero hidrográfico? O que é isso?

O zero hidrográfico é uma referência utilizada para a previsão de altura das marés e para a segurança da navegação marítima, através das profundidades indicadas nas cartas náuticas. As marcas de nivelamento usadas para medir altitudes a nível nacional, mas que em cidades e vilas portuárias também indicam o zero hidrográfico, uma referência utilizada para a previsão de altura das marés, são em geral desconhecidas da população. A Rede Nacional de Nivelamento Geométrico de Alta Precisão, um sistema oficial criado a partir de 1938 que permite aferir a altitude em qualquer ponto do país, utiliza no total mais de 4500 localizações estáticas, quase três centenas das quais são marcas de nivelamento principal. Nas localidades portuárias, em pelo menos 14 dos […]
24 de Julho de 2020.

Ferramenta com 1,4 milhões de anos

A “caixa de ferramentas” pré-históricas ganhou um novo biface de osso que seria usado pelas primeiras espécies Homo que viviam no sul da Etiópia. O utensílio biface com 13 centímetros de comprimento foi encontrado na região de Konso-Gardula, na Etiópia. Os cientistas acreditam que este invulgar machado feito de osso de uma perna de hipopótamo (e não de pedra como era mais comum) tenha sido utilizado há mais de um milhão de anos pelo Homo erectus que vivia neste território. Além de rara, a peça que se encontra bem preservada e com alguns sinais de uso é uma prova do recurso a uma tecnologia mais sofisticada e versátil do que se pensava existir nesta altura. É mais uma peça da […]
23 de Julho de 2020.

Libertação de metano na Antártida

O gás, um dos mais eficazes no aquecimento da atmosfera, poderá começar a escapar-se através destes derrames à medida que a crise climática provoca o aquecimento dos oceanos. Isto, aliado ao facto de os micróbios que o consome terem demorado anos a aparecer no local “não são boas notícias”. Um grupo de cientistas da Universidade do Estado do Oregon, nos Estados Unidos, identificou o primeiro derrame activo de metano no fundo do mar da Antárctida. Esta descoberta está a possibilitar que o grupo obtenha, por um lado, novas informações sobre o ciclo do metano e, por outro, compreenda melhor o papel que este gás, encontrado nesta região em particular, pode estar a desempenhar no aquecimento do planeta. As descobertas dos […]
22 de Julho de 2020.

Factores de risco e Alzheimer

Quase dois terços destas recomendações concentram-se em factores de risco vascular – como a tensão arterial elevada e o colesterol – e no estilo de vida, enfatizando a importância de se viver uma vida saudável. Uma equipa internacional de cientistas identificou dez factores de risco através dos quais uma pessoa poderia desenvolver a doença de Alzheimer, de acordo com um estudo publicado esta segunda-feira no British Medical Journal (BMJ). A investigação, liderada pela Universidade Fudan, na China, abre a porta ao desenvolvimento de novas estratégias destinadas a prevenir esta doença neurodegenerativa, disseram os autores do estudo, em comunicado. Os responsáveis salientam que no Reino Unido, por exemplo, de um total de 850.000 pessoas com demência, cerca de 566.000 pessoas sofrem […]
17 de Julho de 2020.

Hospital dos Pequeninos

O Hospital dos Pequeninos, iniciativa da AJEMed Madeira, depende, todos os anos, do esforço dos estudantes que nele participam e, este ano, não é exceção. Este ano, estamos a construir uma edição especial: o “Hospital dos Pequeninos – Em Casa”, que se baseia em duas atividades: Consulta-Modelo: Na qual as crianças poderão aceder a uma consulta interativa, com recurso a um Kit Médico formado por nós e entregue aos pais. Além disso, farão a consulta com base em vídeos gravados por estudantes da área da saúde (Medicina, Enfermagem, Psicologia e Desporto). Tele-HP: Esta atividade terá transmissão televisiva. Assim sendo, os estudantes participantes falarão, em curtos vídeos, das estações habituais do HP presencial (também em anexo). Os participantes serão divididos consoante a atividade […]
17 de Julho de 2020.

Novas imagens do Sol

Sonda registou as suas primeiras imagens do Sol, a meio caminho da viagem até à nossa estrela. As primeiras imagens do Sol captadas pela sonda Solar Orbiter permitiram ver explosões à superfície da nossa estrela que nunca tinham sido observadas com um tal pormenor, revelou a Agência Espacial Europeia (ESA). O que os cientistas deram a alcunha de “fogueiras” a erupções em miniatura: “As fogueiras são parentes pequenos das explosões solares que podemos observar a partir da Terra, milhões ou milhares de milhões de vezes menores”, afirmou o investigador David Berghmans, do Observatório Real da Bélgica. “O pode parecer sossegado num primeiro olhar, mas quando o vemos em pormenor, vemos estas erupções em miniatura por todo o lado”, acrescentou o […]
6 de Dezembro de 2019.

Plantas Domésticas Purificam o Ar?

Ter plantas dentro de casa pode trazer vários benefícios, mas limpar o ar não é um deles – dizem os especialistas. Este é um daqueles mitos que não gostávamos de ver desmistificados. As plantas domésticas, embora encantadoras, fazem muito pouco para purificar o ar de uma divisão, dizem os especialistas que estudam o ar que respiramos. Mas se fizermos uma pesquisa rápida na internet, podemos ficar com uma ideia diferente. Os sites mais conhecidos de decoração listam várias plantas que prometem remover toxinas e produtos químicos nocivos do ar, e muitos dos retalhistas online vendem plantas que purificam o ar. “Decidimos estudar esta questão mais aprofundadamente devido a todos os artigos e publicações que lemos na internet, em blogs de […]
2 de Dezembro de 2019.

Amazónia arde, degelo nos Andes

Estudo mostra relação entre os incêndios na floresta tropical da Amazónia brasileira, peruana e boliviana e o aumento do degelo nos glaciares da cordilheira dos Andes. Os incêndios na floresta amazónica, sobretudo na Bolívia, Peru e Brasil, podem estar a acelerar a perda de glaciares nos Andes. O inesperado efeito secundário dos fogos da Amazónia foi confirmado por uma equipa de cientistas que analisou, pela primeira vez, o impacto deste fenómeno no gelo da cordilheira dos Andes. O estudo, publicado na última edição da revista Scientific Reports, alerta para as consequências sociais e ambientais e de longo alcance dos problemas na Amazónia, sublinhando que não podem ser encarados com um problema regional. “A conclusão mais importante deste trabalho é que […]
28 de Novembro de 2019.

Enfraqueceu-se uma bactéria

Equipa do cientista português Pedro H. Oliveira conseguiu tirar força a uma bactéria que causa infecções nos hospitais. O grande objectivo é vir a desenvolver um medicamento a partir desta descoberta. A bactéria resistente a antibióticos Clostridioides difficile tem causado muitas infecções em meio hospitalar. Consegue transmitir-se com facilidade devido à formação de esporos – células hibernadas que têm uma actividade metabólica reduzida e resistem praticamente a todos os desinfectantes dos hospitais. E se conseguíssemos tirar força à bactéria através dos esporos? Foi isso que uma equipa de cientistas dos EUA e de França – que inclui o português Pedro H. Oliveira – fez: conseguiu que a C. difficile perdesse a sua capacidade de formar esporos e, dessa forma, enfraquecesse. […]
24 de Novembro de 2019.

Tempo excessivo nas creches

Os bebés até aos dois anos deveriam passar apenas as manhãs na creche. O resto do dia deveria ser passado com a família, defende a vice-presidente da Ordem dos Psicólogos. O tempo que as crianças passam nas creches portuguesas é desadequado para o seu desenvolvimento, considera a Ordem dos Psicólogos, alertando para o perigo de estes espaços se transformarem num mero “depósito de crianças”. Os bebés até aos dois anos deveriam passar apenas as manhãs na creche. O resto do dia deveria ser passado com a família — com os pais ou com os avós, explicou à Lusa Sofia Ramalho, vice-presidente da Ordem dos Psicólogos (OP). “Já entre os dois e os três anos o horário pode esticar um bocadinho, […]
10 de Novembro de 2019.

NASA expõe o seu 1.º avião elétrico

A agência norte-americana pretende pôr esta aeronave a voar até ao final de 2020. A NASA, que é sobretudo conhecida pelos seus lançamentos para o espaço, mostrou a primeira versão do seu primeiro avião totalmente eléctrico, o X-57 Maxwell. A apresentação aconteceu na última sexta-feira no seu laboratório de aeronáutica no deserto da Califórnia, EUA. Adaptada a partir de um avião a hélice com um motor duplo fabricado em Itália – o Tecnam P2006T –, o X-57 tem estado a ser desenvolvido desde 2015 e está a menos de um ano do seu primeiro teste de voo nos céus da base da Força Aérea de Edwards, na Califórnia. Mas antes de lhe agregarem os dois maiores motores eléctricos (entre os […]
8 de Novembro de 2019.

Mutação genética atrasou Alzheimer

Uma mulher colombiana pode ter escapado ao seu “destino genético” de perder a memória por volta dos 40 anos — uma mutação genética comum na região conduzi-la-ia à doença; outra mutação genética “salvou-a” da demência. Uma mulher colombiana que quase de certeza viria a ter a doença de Alzheimer escapou ao seu destino genético – em vez de começar a ter sintomas de demência por volta dos 40 anos, como acontece com o resto da sua família, tal só aconteceu três décadas depois. A resposta está na mutação genética rara no gene APOE3ch, chamada Christchurch (esta mulher tinha duas destas mutações raras no seu ADN, uma só não seria suficiente para impedir o desenvolvimento precoce da doença), e o caso […]