Experiência incomparável
2 de Fevereiro de 2018.
Nova abordagem contra o cancro
5 de Fevereiro de 2018.
Ver pela primeira vez os flocos de neve a caírem desde os céus, é de uma magicalidade imensa.

Quando nascemos numa ilha um tanto tropical, temos sempre aquele pequeno desejo de ver neve pela primeira vez bem como de a sentirmos. É tão bonito ver os pequenos flocos de neve a descerem pelos céus, numa fluidez imensa e, a caírem nos demais objectos que encontram pelo caminho.

Estes flocos de neve pintalgarão todas as ruas e ruelas, árvores e arbustos, casas e casario, é bonito ver tudo coloreado de branco, algo que nos transmite uma calma intensa e uma paz emersa.

Andar na neve é das situações mais cómicas de sempre, nunca sabemos onde nem como podemos escorregar, pois cria-se uma camada gélida que se esconde pelo continuar da nevada. O som é como se fosse o partir de vários pequenos galhos, quando os pisamos com os nossos pés.

Foi tão giro ver neve pela primeira vez, deixei que a criança que há dentro de mim viesse ao de cima, começando eu saltar e a correr pelos trilhos repletos de neve, com um sorriso estampado na cara. Uma das maiores felicidades que tive até agora.

Como se uma das coisas que eu mais queria que acontecesse se realizasse. Fazendo com que eu pudesse ter mais uma experiência, criando memórias que irei recordar até sempre.

Biografia

Maria João Conceição, 25 anos, nascida no Funchal. Desde criança que sempre teve gosto pela arte e em ajudar as outras pessoas.

Sempre tentou o ter o máximo de experiências durante o seu percurso, assim sendo fez alguns workshops nas mais variadas áreas, como o teatro e televisão. Cooperou em alguns voluntariado na Ilha da Madeira e em Madrid.

No seu terceiro ano da Universidade, decidiu ir em Erasmus para Cuenca, em Espanha, para estudar na Faculdade de Belas Artes e, a partir daí, nasceu o bichinho de viajar e querer aprender mais.

No ano seguinte, viveu  9 meses em Madrid, onde trabalhou numa Galeria de Arte, na qual aprendeu e aproveitou cada dia como se fosse o último.

Fez um ” youth exchange” na República Checa através de uma associação, onde veio a descobrir novas culturas, a conhecer novas pessoas e onde percebeu que na sua vida quer conhecer o máximo possível, viajar até não poder mais e dar o máximo que puder.

Em Outubro 2017 participou num projecto de curta duração, em Sófia.

Neste momento, encontra-se na Bulgária a realizar este projecto, com duração de 12 meses.

 

Sobre o programa Erasmus+

O Erasmus+ é um programa da Comissão Europeia que abraça os campos da educação, da formação, da juventude e do desporto durante o quadro europeu 2014-2020. Uma das grandes vertentes dessa acção é a cooperação nas suas áreas de actuação, contribuindo para uma Europa plural e rica.

Entre os vários objectivos do programa, constituem as prioridades: os objectivos presentes na Estratégia Europa 2020, incluindo o grande objectivo em matéria de educação; os objectivos do Quadro Estratégico para a cooperação europeia no domínio da educação e da formação 2020 (EF 2020), incluindo os correspondentes critérios de referência; o desenvolvimento sustentável de Países Parceiros no domínio do ensino superior; os objectivos gerais do “Quadro renovado da cooperação europeia no sector da juventude” (2010-2018); o objectivo de desenvolvimento da dimensão europeia no desporto, em particular no desporto de base, em consonância com o plano de trabalho da UE para o desporto; a promoção dos valores europeus, nos termos do artigo 2.º do Tratado da União Europeia.

Para que esses objectivos possam ser alcançados, o Erasmus + materializa-se em várias políticas de acção. A acção 1 (KA1), diz respeito a mobilidade de indivíduos, a acção 2 (KA2) relaciona-se com a cooperação para a inovação e a troca de boas práticas e a acção 3 (KA3) refere-se ao apoio às políticas de reforma.

Sobre o Serviço Voluntário Europeu

Desde 1991 a Associação Académica tem desenvolvido uma ampla política de incentivo ao voluntariado. Em 2013, para ampliar a sua acção nesse campo, iniciámos a nossa acreditação enquanto entidade que recebe, envia e coordena projectos Erasmus +, no Serviço Voluntário Europeu, tendo recebido o primeiro voluntário, no âmbito de um projecto da KA1, em 2014. Temos desenvolvido um grande trabalho para que os jovens madeirenses possam participar em várias iniciativas na Europa, e temos proposto vários projectos para permitir que os jovens de vários países possam trabalhar nos projectos da Associação Académica da Universidade da Madeira, sempre considerando que o principal objectivo de voluntariado é beneficiar as comunidades e localidades onde desenvolverão as suas actividades, através do seu trabalho voluntário e sem qualquer remuneração financeira. Acreditamos que o Serviço Voluntário Europeu é uma ferramenta rica em vivências e experiências, onde todos os candidatos aprovados terão o privilégio de participar nesses projectos, podendo beneficiar as localidades e comunidades onde estão inseridos.

A Associação Académica da Universidade da Madeira tem recebido, desde 2013, vários voluntários que têm colaborado em diversas actividades e iniciativas. Além de poderem desfrutar de uma fantástica experiência que irá contribuir para o seu crescimento a nível pessoal e profissional, têm a oportunidade de interagir com os vários voluntários da Universidade da Madeira e contribuir, de forma única, para o desenvolvimento da comunidade em que estão inseridos.